Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Um ministro do Tribunal Superior Eleitoral negou o pedido de um cidadão para que a eleição presidencial fosse adiada até que Bolsonaro se recupere

A 21ª Movelsul Brasil começou em Bento Gonçalves

Sartori destacou a Movelsul como uma feira de referência que há 40 anos vem impulsionando o setor moveleiro. (Foto: Dani Barcellos/Palácio Piratini)

Foi no clima de retomada da economia que a 21ª Movelsul Brasil começou em Bento Gonçalves, nesta segunda-feira (12). A feira promove o desenvolvimento do setor moveleiro, estreita as relações comerciais entre indústrias e clientes, além de incentivar as exportações por meio de ações voltadas ao mercado internacional. O governador José Ivo Sartori participou da cerimônia de abertura, no Parque de Eventos do município, onde a feira acontece até quinta-feira (15).

Promovida pelo Sindmóveis (Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves), a Movelsul Brasil, que acontece a cada dois anos, é considerada uma das maiores feiras de móveis da América Latina. Este ano, são 246 expositores, nos quatro dias de evento, e a expectativa é receber cerca de 30 mil visitantes profissionais.

A Movelsul Brasil reúne novidades para a temporada nos segmentos de escritório, cozinha, dormitórios, área de serviço, banho, móveis para jardim, eletros, copas, salas de jantar e estar, tapetes, estofados e colchões. Em 2016, a feira gerou 300 milhões de dólares em negócios.

Sartori destacou a Movelsul como uma feira de referência que há 40 anos vem impulsionando o setor moveleiro do município e da região. “Bento Gonçalves é, hoje, um polo moveleiro responsável por 40% da produção do estado e por 8% da produção nacional. É um exemplo desse Rio Grande que dá certo e motivo de orgulho para os gaúchos”, afirmou.

O governador também lembrou que esteve na feira em 2016, no meio da maior crise financeira do Rio Grande do Sul e do País. “Lá eu falei de crise e alertei que ela não poderia nos paralisar. Ao contrário, tinha que nos estimular a buscar novas oportunidades e novas formas de enfrentar os problemas. Vivemos tempos difíceis, é verdade. Mas os sinais de retomada começam a aparecer”, enfatizou.

Ele também citou que as sementes que foram plantadas lá atrás agora começam a dar frutos, “por isso, hoje estou aqui não mais para falar de crise, mas para falar de crença e de esperança. Para falar de caminho e de futuro”, ressaltou.

Sartori afirmou, ainda, que muito já foi feito para a retomada do crescimento do Estado, mas que ainda não terminou. “Precisamos continuar arrumando a casa, fazendo as mudanças e as transformações que o Rio Grande tanto precisa. O Rio Grande tem saída e está no caminho certo”, destacou.

Uma feira de negócios

A Movelsul Brasil é uma feira profissional, aberta a lojistas, representantes, arquitetos, designers, decoradores, importadores, profissionais da construção civil e imprensa.

Para o presidente do Sindmóveis e da Movelsul 2018, Edson Peliciolli, a feira se destaca pelo trabalho contínuo. “Estamos fortalecendo o setor moveleiro e levando Bento Gonçalves ao conhecimento nacional e internacional. Este ano, tivemos 100% da área vendida, são 246 expositores – o que representa 5% a mais que em 2016”, relatou.

Entre as novidades dessa edição, o presidente destacou o Projeto Comprador Movelsul Brasil que quebra o recorde de sua história, trazendo 70 lojistas e distribuidores estrangeiros a negociar com 145 indústrias e designers brasileiros.

O prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, afirmou que o setor moveleiro é o grande propulsor da economia do município, representando mais de 50% da carga tributária, e destacou a força do setor. “Se os olhos estão voltados para Bento Gonçalves, para o setor moveleiro, os olhos de Bento Gonçalves brilham com a expectativa de retomada da nossa força econômica e da geração de mais oportunidades de emprego. Os resultados da Movelsul serão extremamente abrilhantadores para o estado do Rio Grande do Sul”, comemorou.

 

Deixe seu comentário: