Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Vereador é acusado de desviar pelo menos R$ 1,1 milhão de cooperativas habitacionais em Farroupilha

A Agência Nacional de Aviação Civil autorizou uma empresa aérea argentina de baixo custo a operar no Brasil

Flybondi tem planos para Florianópolis e Rio de Janeiro. (Foto: Reprodução)

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) autorizou o funcionamento, no País, da empresa aérea argentina Flybondi, que opera com tarifas de baixo custo. A autorização foi publicada pela na edição dessa sexta-feira Do Diário Oficial da União.

Com esse “sinal verde”, a companhia passa a ser uma das quatro com esse perfil (conhecido como “low cost”, em inglês) que que já fizeram a solicitação para ingressas no mercado brasileiro.

De acordo com o órgão, a permissão é para que a empresa se constitua no país e “possa oferecer serviço de transporte aéreo internacional regular de passageiros, cargas e mala postal”. Para dar início às operações, no entanto, a empresa precisa ainda da autorização operacional.

Além da Flybondi, as outras empresas que operam na modalidade “low cost” no País são a chilena Sky Airline (que já está em operação), a também argentina Avian (subsidiaria da Avianca e que já recebeu o “sim” operacional) e a Norwegian (da Noruega e cujo processo está em trâmites finais).

Planos

No mês passado, a Flybondi detalhou às autoridades brasileiros toda a sua estratégia para operar no País ainda neste ano. A “low-cost” argentina visitou o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) para apresentar o seu planejamento.

As cidades de Florianópolis (SC) e Rio de Janeiro, os principais destinos dos turistas argentinos no País, estão na mira da companhia aérea, que pretende operar voos partindo da cidade de Córdoba e da capital, Buenos Aires. Atualmente, a empresa realiza voos para duas cidades fora da Argentina: Assunción (Paraguai) e Punta del Este (Uruguai).

Deixe seu comentário: