Últimas Notícias > Capa – Destaques > Os Estados Unidos pressionam o Brasil contra a entrada da chinesa Huawei no mercado de 5G

A Apple inova e deve entrar no mercado de óculos smart

Apple está trabalhando em um óculos de realidade virtual. (Foto: Reprodução)

A Apple pretende entrar no mercado de óculos de realidade virtual muito em breve, de acordo com uma reportagem publicada pelo jornal asiático Digitimes. A gigante da tecnologia estaria se preparando para lançar os supostos Apple Glasses ao longo de 2020. A publicação indica uma possível parceria com a Valve, desenvolvedora de jogos reconhecida no mercado internacional e responsável por um popular dispositivo de realidade virtual (VR, na sigla em inglês).

As informações no relatório revelam que a Apple poderia estar trabalhando em mais de um dispositivo VR, incluindo um totalmente voltado para o entretenimento. Devido à parceria, é possível que os Apple Glasses venham com jogos exclusivos do Steam, mesma plataforma que fornece jogos para PC.

Contudo a Valve não é a única empresa incorporada ao projeto. A Apple também chamou a Pegatron e Quanta Computer para aprimorar o primeiro dispositivo VR da Maçã. As duas corporações já trabalham com a Apple há algum tempo desenvolvendo os modelos de Apple Watch (como é caso da Quanta) e outros aparelhos.

A adição das duas empresas ao projeto significa que Apple está investindo em um dispositivo de excelência, o que indica que ele provavelmente vá custar bem mais que qualquer aparelho VR do mercado, o que é bem a cara da Maçã.

Segundo a Digitimes, o Apple Glasses deve ser lançado no segundo semestre de 2020. A previsão conflita com a estimativa do analista Ming-Chi Kuo, famoso por acertar informações sobre a empresa da maçã. Ele disse que o aparelho deve chegar ao mercado no terceiro trimestre.

Próximas atualizações

Depois da Apple liberar para todos os seus usuários os iOS/iPadOS 13.2, o tvOS 13.2, o macOS Catalina 10.15.1 e o watchOS 6.1 na semana passada, a empresa da Maçã começa, agora, os testes para as suas próximas atualizações dos sistemas operacionais.

A primeira versão beta do iOS 13.3, juntamente com os betas relacionados para iPadOS, tvOS e watchOS 6.1, chega hoje para os desenvolvedores. Espera-se que sejam incluídos recursos que foram anunciados na WWDC em junho, mas deixados de fora nas atualizações da versão anterior.

Apostas do iOS 13.3

Uma das apostas para os iOS 13.3 e iPadOS 13.3 é o aprimoramento do popular controle parental, o Screen Time, com nova função que limite as comunicações do aparelho, chamada de Communication Limits.

Nas versões anteriores do iOS e iPadOS, o Screen Time incluía o tempo de inatividade do dispositivo de maneira integral, limites de tempo específicos para determinados aplicativos, restrições de conteúdo, medidas de privacidade e uma lista de permissões de aplicativos.

Na WWDC, a Apple anunciou um recurso adicional que permitiria que os pais incluíssem uma lista negra de contatos e uma outra com os contatos permitidos. No entanto, o recurso ainda não chegou aos lançamentos públicos do iOS ou iPadOS 13, por isso a aposta.