Últimas Notícias > Notícias > Brasil > O risco-país voltou ao nível de quando o Brasil tinha o selo de bom pagador

Avianca terá de pagar tarifas adiantadas a aeroportos

(Foto: Divulgação/Avianca)

A exemplo das concessionárias privadas, a Infraero também passou a exigir o pagamento antecipado de taxas para a empresa Avianca Brasil poder operar nos aeroportos. A partir desta quarta-feira (24), a Avianca terá de pagar antecipadamente as tarifas aos aeroportos da Infraero para poder operar seus voos normalmente. As taxas dizem respeito a pouso e permanência das aeronaves nos terminais, além do embarque de passageiros. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo e da Infraero.

A empresa aérea, que antes fazia os acertos a cada 15 dias, agora terá de efetuar os pagamentos a vista no dia anterior aos voos, dentro do horário bancário. No plano de Recuperação Judicial, a empresa devia para a Infraero R$ 5,2 milhões. “Devido à crescente inadimplência com a Infraero, e de modo a permitir a continuidade das operações da Avianca Brasil na rede de aeroportos da empresa, informamos que a companhia aérea passará a operar na modalidade de pagamento antecipado para todos os voos programados a partir de 24/4/19”, disse a estatal, em nota.

O procedimento de cobrança dos valores das tarifas devidas pelas operações de aeronaves (tarifas de pouso e de permanência) e de embarque de passageiros, recebidas por ocasião da venda do bilhete aéreo, ocorrerá no dia anterior ao da decolagem de cada voo. Tal medida visa não prejudicar os passageiros, uma vez que a companhia aérea poderá continuar operando, garantindo o compromisso da Infraero de respeito com todos os clientes”, informou a Infraero.

O procedimento de adiantar as cobranças da Avianca já é praticado por todos os aeroportos concedidos do País. O Aeroporto Internacional de Guarulhos adotou a prática no dia 11 de abril, quando os voos do fim de semana que sairiam do terminal só foram garantidos no limite do prazo.

A Avianca informou, por meio de assessoria de imprensa, que tem pagado as taxas e que a norma da Infraero já é adotada com a companhia em alguns aeroportos.

A partir de segunda-feira (29) a Avianca Brasil vai operar em apenas quatro aeroportos: Congonhas (SP), Santos Dumont (RJ), Brasília (DF) e Salvador (BA). No fim de semana, com a devolução de mais aviões, a empresa terá menos de dez aeronaves para voar – o que dificulta ainda mais a operação da companhia aérea.

Histórico

Em recuperação judicial desde o fim do ano passado, a Avianca tem enfrentado dificuldade para honrar seus compromissos com aeroportos.

Recentemente, a companhia chegou a ser ameaçada de suspensão em aeroportos como os de Fortaleza e Porto Alegre, pela falta de pagamento das taxas obrigatórias.

Nas últimas semanas, a Avianca teve de devolver 18 aeronaves e, em consequência, cancelar mais de mil voos.

Deixe seu comentário: