Últimas Notícias > Notícias > Brasil > “Nós ainda não descobrimos o milagre”, disse a presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Rosa Weber, sobre como combater as fake news

A Bovespa caiu quase 3% nessa sexta, em meio à preocupação do mercado com a situação na Turquia

Na semana, a bolsa acumulou uma queda de 6,04%. (Foto: Reprodução)

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) fechou o pregão dessa sexta-feira em baixa de 2,86%, aos 76.514,35 pontos. Na semana, acumulou uma queda de 6,04%, interrompendo seis semanas de desempenho positivo. Já no ano, há uma leve alta de 0,15%.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, autorizou o Departamento de Comércio norte-americano a dobrar as tarifas sobre aço e alumínio importados da Turquia, em medida que agravou a crise cambial vivida pela lira turca. A moeda do país árabe tombou 14,63% ante o dólar. No ano, perde 41,1%.

Das 31 principais divisas do mundo, 29 se desvalorizaram em relação à moeda americana. As exceções são o dólar de Hong Kong, que demonstrou estabilidade, e o iene (Japão), que avançou 0,25%.

“A Turquia, como emergente, contagia os demais países do grupo quando sua moeda é atacada. Mas a aversão a risco é mundial. Todo mundo corre para um lugar seguro, que é o dólar. O investidor não quer ficar esperando o final de semana para ver o que acontece na segunda-feira. É melhor estar comprado em dólar e depois, eventualmente, desfazer posição do que sofrer uma surpresa na próxima semana”, explica um gerente de câmbio.

Cenário interno

Internamente, investidores repercutiam também o desempenho dos candidatos no primeiro debate eleitoral entre presidenciáveis, que aconteceu na noite de quinta-feira na TV Bandeirantes. De acordo com analistas, o clima foi “morno” e o candidato supostamente preferido do mercado, Geraldo Alckmin (PSDB), precisaria ter uma postura “mais ativa”.

Deixe seu comentário: