Últimas Notícias > Magazine > Dicas de O Sul > Complex realiza evento com karaokê e clássicos do axé

As apostas nas loterias da Caixa podem ser feitas pela internet: aceita-se palpites de 30 a 500 reais; o pagamento é com cartão

Para usar o novo canal, o usuário deverá se cadastrar com o número do CPF, para identificar a maioridade do apostador e vincular apostas futuras. (Foto: Reprodução)

A Caixa Econômica Federal lançou um site onde será possível apostar nas loterias administradas pelo banco. A expectativa é de que o portal represente 3% do total de apostas feitas anualmente, que atualmente somam cerca de 3 bilhões. As apostas online valerão para a Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteca e Lotogol, e podem ser feitas pelo site https://www.loteriasonline.caixa.gov.br/.

Até agora somente correntistas da Caixa podiam apostar pela internet e só era permitido na Mega-Sena. Segundo o banco, o objetivo do canal é atrair um novo público apostador, principalmente jovens acostumados a usar a internet para fazer compras e acessar bancos.

Para usar o novo canal, o usuário deverá se cadastrar com o número do CPF, para identificar a maioridade do apostador e vincular apostas futuras. As apostas terão valor mínimo de R$ 30 e máximo de R$ 500 por dia e deverão ser pagas com cartão de crédito.

O banco também anunciou que vai lançar um aplicativo para os apostadores, previsto para outubro deste ano. Além disso, a Caixa fará o lançamento de um jogo totalmente digital a partir de 2019.

Aumento da arrecadação

Segundo o presidente da Caixa, Nelson de Souza, a iniciativa vai aumentar a arrecadação das loterias e os recursos serão destinados a programas sociais. Os 3% das vendas representam uma arrecadação esperada de R$ 457 milhões em 12 meses.

“Estamos atingindo um público que não frequenta as casas lotéricas. Quem vai tem 50 anos de idade. Esse público da internet tem entre 18 e 30 anos”, destaca Souza. Nas apostas comuns, a Caixa fica com 10% da arrecadação, mas vai levar 12% das vendas online.

De acordo com Nunes, o fato de os apostadores serem cadastrados no site vai facilitar a identificação dos vencedores de prêmios que deixam de ser resgatados. “É possível agora termos mais condições de propiciar o pagamento”, explica.

Último balanço da Caixa mostra que deixaram de ser resgatados R$ 150,3 milhões de janeiro a junho em prêmios pelas Loterias Caixa. Somados, os valores não retirados só em primeiros semestres nos últimos 5 anos pelos ganhadores da Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteca, Lotogol e Federal chegaram a R$ 740,25 milhões.

O presidente do banco acrescenta que a novidade pode parecer simples, mas representa uma transformação cultural. “Quando se fala em loterias hoje só se pensa em casa lotérica, não se pensa em outro canal. Agora dá para fazer apostas usando o cartão de crédito”.

“Queremos uma arrecadação recorde em 2018 e as apostas online se somam a esse esforço”, diz o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias, Valter Nunes.

Lotéricas receberão percentual

As casas lotéricas participaram da concepção do projeto e receberão um percentual da arrecadação das apostas online, aponta Souza.

Cada lotérica receberá um percentual diferente da arrecadação das apostas online, que será rateado de acordo com a performance de cada estabelecimento. “Não queríamos deixar nossos parceiros insatisfeitos”, diz o presidente da Caixa.

A performance é a participação de mercado que cada lotérica tem em cada jogo e modalidade de apostas. Ou seja, quanto maior a participação nesse bolo, maior será o percentual do rateio dos 3% das vendas de apostas online.

Segundo Nunes, a preocupação das lotéricas de que o novo canal canibalizasse suas atividades postergou o lançamento do site, que estava previsto para o ano passado. “Havia a preocupação de concorrência predatória. Na verdade ela não existe”, afirma.

 

Deixe seu comentário: