Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > 18º Festival de Cinema Estudantil de Guaíba começa nesta segunda-feira

A Coreia do Norte testou uma nova arma de alta tecnologia

Ditadura faz novo teste de mísseis e tem cargueiro apreendido por americanos. (Foto: Reprodução)

O ditador norte-coreano, Kim Jong-un, supervisionou o teste de uma nova arma “de alta tecnologia”, informou a mídia estatal de Pyongyang nesta sexta-feira (16), segundo a agência de notícias Yonhap.

“Kim Jong-un inspecionou o teste de uma arma tática de alta tecnologia recém-desenvolvida na Academia de Ciências de Defesa Nacional”, disse a Yonhap, citando a emissora estatal do país. A emissora afirmou que o teste foi bem-sucedido, mas não especificou o tipo de dispositivo envolvido.

A “arma tática de alta tecnologia” foi desenvolvida durante um longo período e “constrói defesas inexpugnáveis do nosso país e fortalece o poder de luta do exército do nosso povo”, acrescentou.

A suspensão de Pyongyang dos testes de armas nucleares e mísseis balísticos tem sido fundamental para os rápidos desenvolvimentos diplomáticos deste ano e para as negociações entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos, e tem sido repetidamente elogiada pelo presidente Donald Trump.

Trump e Kim se encontraram em uma cúpula histórica em Singapura em junho, onde assinaram um documento vago sobre a desnuclearização da península. Desde então, o progresso estagnou, enquanto Washington e Pyongyang discutem o significado do documento, e um retorno aos testes colocaria sérias dúvidas sobre o futuro do processo.

Cidadão preso

A Coreia do Norte decidiu expulsar um cidadão dos Estados Unidos que está preso por ter entrado “ilegalmente” no país. Segundo a imprensa oficial de Pyongyang, o norte-americano se chama Byron Lowrance e foi detido em 16 de outubro, após ter ingressado na Coreia do Norte pela fronteira com a China. O homem teria dito às autoridades locais que agia sob a direção da CIA (Agência Central de Inteligência).

A data da expulsão, no entanto, ainda não foi anunciada. Em maio passado, o regime de Kim Jong-un já havia libertado três cidadãos dos EUA, em meio às negociações de paz com o presidente Donald Trump.

A notícia da libertação chegou depois de Kim ter supervisionado o teste de uma nova arma tática de “alta tecnologia”. Essa foi a primeira inspeção do líder desde o lançamento de um míssil balístico internacional em novembro de 2017.

O porta-voz do Ministério da Unificação da Coreia do Sul, Eugene Lee, afirmou que ainda faltam mais análises para se entender a real natureza do novo armamento norte-coreano. Já o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, disse, durante visita a Singapura, que Pyongyang fez “grandes progressos”, mas ainda há “muito trabalho” a ser realizado.

As Coreias do Norte e do Sul iniciaram sua reaproximação no começo de 2018, e Kim já se reuniu três vezes neste ano com o presidente Moon Jae-in.