Últimas Notícias > Capa – Destaques > O fim de semana será de calor com possibilidade de temporais no Rio Grande do Sul

A empresa aérea Gol dobrou o valor cobrado para o transporte de bagagem em voos neste ano

A Gol aumentou pela segunda vez neste ano o preço para o despacho de bagagem. (Foto: Reprodução)

A Gol aumentou pela segunda vez neste ano o preço para o despacho de bagagem em voos nacionais e internacionais. Em junho, a companhia aérea havia aumentado de R$ 30 para R$ 50 o valor para o transporte de uma mala de até 23 kg. Agora, o valor subiu para R$ 60. Em menos de seis meses, a Gol dobrou o valor para o despacho de bagagem. As informações são do portal de notícias UOL.

O valor de R$ 60 é válido caso o passageiros faça o pagamento pelo serviço por meio dos canais digitais (site, aplicativo e atendimento telefônico) da companhia. O preço dobra se o pagamento for feito apenas no balcão de check-in do aeroporto. O valor para o despacho de uma mala de até 23 kg passa a ser de R$ 120.

Os novos valores entraram em vigor na quarta-feira (5). Em nota, a Gol afirmou que o reajuste é necessário para equilibrar os custos operacionais. “A empresa ressalta que este é um serviço adicional, utilizado por um menor número de clientes, e [as tarifas] precisaram ser ajustadas para também se adequar ao custo da operação”, disse.

A cobrança de bagagem vale para os passageiros que adquirem bilhetes nas tarifas mais baixas da companhia, chamadas de “Light” e “Promo”. Na tarifa “Plus”, o passageiro pode levar uma mala de até 23 kg sem custo adicional. As tarifas “Max” e “Premium Economy” permitem até duas malas de até 23 kg cada.

“Atualmente, a companhia disponibiliza quatro diferentes tarifas, sendo que em duas delas o passageiro pode levar sem custos bagagem despachada, e outras duas opções, com valores mais acessíveis, para quem leva apenas uma mala de bordo, de forma gratuita, com o volume de 10 kg. Desta forma, a Gol segue contribuindo para o crescimento do transporte aéreo no país, proporcionando mais acesso a todos os passageiros”, afirmou a Gol.

Com o novo aumento, a Gol iguala os valores já cobrados pelas demais companhias aéreas brasileiras. Em junho do ano passado, a cobrança de bagagem em voos no Brasil começou com a Azul, Gol e Latam. A Avianca iniciou a cobrança em setembro do ano passado. Todas começaram cobrando R$ 30 por uma mala de até 23 kg com pagamento antecipado. Desde então, todas as companhias aéreas nacionais já dobraram os valores cobrados.

Nesse período, houve mudanças também nos voos internacionais. Antes da entrada em vigor da nova resolução da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), que alterou a regra para o despacho de bagagem em voo, as companhias eram obrigadas a transportar até duas malas de 32 kg em voos fora da América do Sul.

A maioria das empresas já reduziu esse limite para duas malas de até 23 kg. Algumas companhias, como TAP, Air Europa, British Airways e Iberia, passaram a cobrar o transporte de uma mala até mesmo em voos para a Europa.

Deixe seu comentário: