Últimas Notícias > Notas Capital > Clínicas inaugura nova torre de elevadores

A Espanha demitiu o técnico a dois dias da estreia no Mundial e Fernando Hierro será o substituto

Hierro assume enfrentando Portugal pelo Mundial. (Foto: Reprodução)

A dois dias da estreia no Mundial, a federação de futebol da Espanha demitiu o técnico Julen Lopetegui. O ex-zagueiro Fernando Hierro, 50, foi anunciado como o substituto pelo presidente da entidade Luis Rubiales. A Espanha enfrenta Portugal nesta sexta-feira (15), em Sochi.

O presidente da entidade espanhola decidiu demitir Lopetegui após ele ser anunciado como novo treinador do Real Madrid. Os jogadores mais veteranos da seleção tentaram demover o cartola da medida. O técnico tinha contrato com a seleção até o final da Eurocopa de 2020.

Sergio Ramos, Andrés Iniesta, David Silva, Gerard Piqué, Sergio Busquets e Pepe Reina conversaram com o dirigente e solicitaram que ele deixasse o orgulho de lado e não fizesse uma mudança tão importante na comissão técnica.

O dirigente alega que Lopetegui aceitou a proposta do clube de Madri sem avisar a federação.

“A negociação é legítima, mas a forma é importante. A federação não sabia de nada e temos de passar uma mensagem para todos os funcionários”, disse Rubiales.

Apesar de dizer que não se sentia traído pelo treinador e ter evitado críticas o Real Madrid, a reação do presidente mostrou o tamanho da irritação com o anúncio sem o conhecimento dos cartolas.

“O que a seleção conseguir daqui por diante será também por causa de Lopetegui, mas a seleção é de todos os espanhóis”, completou.

“[A demissão] É algo que seguramente vai se falar muito na Espanha. É difícil falar sem saber o que aconteceu, mas estou seguro que Luis Rubiales e sua equipe avaliaram todas situações. Conhecemos Lopetegui. Desejo muita sorte com o Real Madrid e sorte na Espanha, mas não é uma situação ideal”, disse o presidente da instituição organizadora do Mundial, Gianni Infantino. ​

Hierro já estava com a delegação em Krasnodar, onde acontecem os treinos, porque ocupa o cargo de secretário de seleções. Ele era, ao lado do treinador da equipe sub-20, Albert Celades, o principal candidato para assumir o cargo.

“Não temos tempo para pensar em outra coisa. É o momento de mostrar muita maturidade e os rapazes tem essa maturidade. Pedimos que eles sejam eles mesmos porque são jogadores de capacidade. Não podemos mudar o objetivo e o objetivo é brigar por um Mundial”, disse o dirigente e agora técnico em entrevista nesta quarta-feira (13).

Zagueiro histórico do futebol do país e ex-capitão do próprio Real Madrid, Hierro fez 89 partidas pela Espanha e jogou os Mundiais de 1990, 1994, 1998 e 2002.

A melhor campanha que teve na competição foi quando a seleção chegou nas quartas de final em 1994 e 2002. Nesta última, a Espanha teve dois gols legais anulados contra a Coreia do Sul e foi eliminada nos pênaltis.

Foi muito mais vencedor como jogador do mesmo Real Madrid que o catapultou agora para o comando da seleção. Fez 439 partidas pelo clube. Conquistou cinco títulos espanhóis, três Ligas dos Campeões da Europa e dois Mundiais de Clubes.

Deixe seu comentário: