Últimas Notícias > Notícias > O Dia Internacional do Jazz será comemorado em Porto Alegre com shows gratuitos na próxima terça-feira

A ex-modelo Luiza Brunet receberá uma homenagem nos Estados Unidos

Luiza Brunet será homenageada em março nos Estados Unidos. (Foto: Divulgação)

Luiza Brunet será homenageada em Boston (EUA), 23 de março, no prêmio “Mulheres em Excelência 2019”, por sua contribuição ao combate da violência doméstica.

Julgamento

Ficou para o dia 14 de fevereiro a decisão sobre a sentença em segunda instância de Lírio Parisotto no processo pelo crime de lesão corporal contra Luiza Brunet, sua ex-companheira. O relator do processo votou para manter a sentença determinada na primeira instância, mas o revisor e o terceiro juiz do caso pediram vista e a decisão final ficou para a outra audiência.

Em 2017, Parisotto foi condenado a cumprir um ano de prisão em regime aberto e mais um ano de serviço comunitário. Ele alega que é inocente e recorreu da decisão. Luiza veio a público sobre a agressão que conta ter sofrido pelo então companheiro, em 2016. A ex-modelo conta que foi agredida durante dois dois cinco anos da relação com Parisotto.

Joias

Três anos depois de ser agredida por Lírio Parisotto, seu então companheiro, Luiza Brunet enfrenta novo problema na vida pessoal — não tão drástico, mas constrangedor. Apaixonada por brilhantes e esmeraldas, ela teve algumas joias surrupiadas de casa — e confidenciou a amigos que desconfia de uma parente próxima. Não prestou queixa, para preservar a relação. Procurada, não quis comentar.

Do problema com o ex, que lhe custou quatro costelas quebradas e olhos roxos, Luiza extraiu uma causa: segue na missão de ser uma voz no combate à violência contra a mulher. Terá reunião na quarta-feira (6) com Paulo Dimas Mascaretti, secretário de Justiça de São Paulo, e fará duas palestras nos Estados Unidos, em março, para pregar a importância de denunciar o agressor.

 

Deixe seu comentário: