Últimas Notícias > Notícias > Moradores e empresários de dois bairros de Porto Alegre se uniram para recuperar um prédio inteiro da Brigada Militar

“A Favorita”, filme do grego Yorgos Lanthimos, conquistou no domingo sete prêmios na 72ª edição do Bafta

Rachel Weisz ganhou como a Melhor Atriz Coadjuvante. (Foto: Divulgação)

“A Favorita”, filme do grego Yorgos Lanthimos, conquistou no domingo (10) sete prêmios na 72ª edição do Bafta, principal premiação do cinema britânico. Mas “Roma”, a ode à infância do mexicano Alfonso Cuarón, conseguiu a estatueta mais cobiçada da noite, o de Melhor Filme.

“Roma” levou também os prêmios de Melhor Filme em Língua Não Inglesa, Melhor Diretor e Melhor Direção de Fotografia, estes dois últimos para Cuarón, responsável também pelo roteiro do longa.

O filme do mexicano saiu da cerimônia com quatro dos setes prêmios para os quais havia sido indicado. “A Favorita” havia recebido 12 indicações. O filme venceu nas categorias de Melhor Atriz (Olivia Colman), Melhor Atriz Coadjuvante (Rachel Weisz), Melhor Maquiagem e Penteados, Melhor Design de Produção, Melhor Filme Britânico, Melhor Roteiro Original e Melhor Figurino.

Freddie Mercury e Lady Gaga

Além dos dois grandes vencedores da noite, a biografia de Freddie Mercury, “Bohemian rhapsody”, terminou a premiação com duas das máscaras douradas do Bafta.

Rami Malek subiu ao palco para receber o prêmio de Melhor Ator Protagonista e o filme de Bryan Singer – que recentemente foi acusado de agressão sexual e que foi demitido das filmagens antes do final – levou também o prêmio de Melhor Som.

Já “Nasce uma estrela” levou o de Melhor Trilha Sonora, prêmio que foi recebido por Bradley Cooper, autor da trilha junto com Lukas Nelson e a ausente Lady Gaga. “Infiltrado na Klan”, de Spike Lee, conquistou o prêmio de Melhor Roteiro Adaptado, enquanto “Pantera Negra” levou o de Melhores Efeitos Especiais e Mahershala Ali foi reconhecido como Melhor Ator Coadjuvante por “Green Book – O guia”.

O prêmio de Melhor Montagem ficou com “Vice”, que não ganhou mais nada na noite, enquanto “Homem-Aranha: No Aranhaverso” levou o Bafta de Melhor Animação; “Free Solo” foi premiado como Melhor Documentário; “73 Cows”, como o Melhor Curta Britânico; e “Roughhouse”, como Melhor Curta Britânico de Animação.

Deixe seu comentário: