Últimas Notícias > Colunistas > Venda da Refinaria Alberto Pasqualini pode render até US$ 2,5 bilhões

Final da Liga dos Campeões será transmitida em 189 cinemas no Brasil

A 'Orelhuda', troféu que Liverpool ou Tottenham receberão na final em Madri. (Foto: Reprodução)

No dia 1º de junho, a final da Liga dos Campeões entre Liverpool e Tottenham acontecerá no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, Espanha, com transmissão em 189 salas de cinema em todo o Brasil. Este será o 8º ano consecutivo em que a ação de viver a final de um dos maiores campeonatos de futebol do mundo dentro de uma sala de cinema acontecerá, por meio da tecnologia da Cinelive.

Neste ano, após semifinais históricas, Liverpool e Tottenham se enfrentam para decidir quem será o grande vencedor da temporada europeia. A partida terá início às 16h e a transmissão será do Esporte Interativo, através da TNT, começará a partir das 15h15. Ao longo das últimas oito temporadas, mais de 150 mil pessoas já assistiram às finais do campeonato nas telonas.

Dessa vez, os fãs poderão garantir essa experiência em salas tradicionais e VIP dos grupos Cinemark, Kinoplex, UCI, Cinépolis, CineArt, Espaço Itaú, CineSystem, Cine Roxy, CineFlix, Cine 14Bis, Afa cinemas, Cine Gracher e GNC cinemas. Os ingressos já estão à venda e os valores variam entre R$ 60,00 para as salas tradicionais e R$ 80,00 para as salas VIP. Para garantir os ingressos, basta entrar nos sites dos cinemas e garantir a entrada para sua cidade ou por meio do site: www.cinelive.com.br.

O Liverpool chegou à final após conseguir virar sobre o Barcelona – perdeu por 3 a 0 na ida, mas venceu por 4 a 0 na volta. Já o Tottenham perdeu por 1 a 0 em casa, tomou 2 a 0 no primeiro tempo, mas conseguiu virar para 3 a 2 na segunda etapa e se classificou pelos gols marcados fora de casa.

Dele Alli

No empate por 2 a 2 com o Everton, na última rodada do Campeonato Inglês, o torcedor do Tottenham levou um susto. Dele Alli foi substituído no intervalo por não estar se sentindo bem. Após a partida, Mauricio Pochettino não mostrou preocupação e falou que espera ter o jogador em condições para a final da Liga dos Campeões, contra o Liverpool, no dia 1 de junho.

“Ele não começou no aquecimento, estava se sentindo estranho e, depois, sua performance foi ruim no primeiro tempo porque não conseguia lidar com a situação. Por precaução, ele saiu. Eu acho que não é um problema”, disse.

O jogo contra o Everton era de extrema importância para as pretensões do Tottenham na temporada. O time de Pochettino precisava manter a quarta posição, na zona de classificação para a próxima Liga dos Campeões. Com o empate, os Spurs conseguiram a vaga. O treinador revelou que só escalou Dele Alli para o confronto por se tratar de uma decisão.

“Eu acho que em uma condição normal ele não começaria o jogo, mas nós começamos com ele, antes do problema virar alguma coisa, no intervalo, nós fizemos a mudança”, revelou.

Com o fim do Campeonato Inglês, o meia terá tempo para se recuperar e ficar 100% para a final. As lesões foram uma pedra no sapato do Tottenham nesta temporada. Dele Alli, inclusive com o braço quebrado, teve que retornar antes do previsto para substituir jogadores machucados. Sem jogos até o confronto contra o Liverpool, dia 1 de junho, Pochettino terá 19 dias para treinar e recuperar os atletas.

Deixe seu comentário: