Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Jogadores do Grêmio serão reavaliados após surto de virose

A Indonésia encontrou a segunda caixa-preta do avião da Lion Air que caiu em outubro do ano passado

No acidente, todos os 189 ocupantes morreram na queda. (Foto: Divulgação)

A Indonésia encontrou nesta segunda-feira (14) a caixa-preta que gravou a conversa entre os pilotos do avião da Lion Air que caiu no mar de Java em outubro do ano passado, segundo informaram autoridades locais. Todos os 189 ocupantes do Boeing 737 morreram no acidente.

O equipamento estava a 38 metros de profundidade, e enterrado 8 metros sob solo marinho, segundo detalhou o porta-voz da Marinha, Agung Nugroho, ao jornal local “Kumparan”.

O outro dispositivo que compõe o sistema de monitoramento da aeronave, responsável por gravar os dados do voo, já tinha sido localizado pelas equipes de resgate dias após o acidente.

As condições das águas próximas ao cabo Karawang, onde caiu o avião, dificultaram a busca da segunda caixa-preta. Pelo local passam encanamentos de gás e petróleo, que impedem os navios de buscas de ancorar, além das fortes correntes marítimas e do solo lamacento.

O diretor de Dados e Informação do Comitê Nacional para a Segurança no Transporte (KNKT), Anggo Anurogo, disse à agência Efe que estavam preparado um relatório sobre a descoberta feita nesta manhã e que o equipamento poderia esclarecer os detalhes dos últimos minutos do voo.

O acidente

O Boeing 737 MAX 8 da Lion Air caiu 13 minutos depois de decolar de Jacarta a caminho da cidade de Pangkal Pinang, localidade de trânsito para os turistas que visitam as praias da ilha vizinha de Belitung.

Poucos minutos antes, os pilotos haviam solicitado ao controle de tráfego aéreo permissão para retornar a Jacarta, cidade de origem do voo. Um dia antes do acidente, a aeronave tinha passado por reparos após apresentar problemas técnicos durante um voo de Denpasar, na ilha de Bali, para Jacarta.

Irã

Um avião de carga com pelo menos dez pessoas a bordo caiu perto de Teerã nesta segunda-feira, informou a televisão estatal. “O avião era um Boeing 707 de carga que ultrapassou a pista durante o pouso”, disse o porta-voz da organização de aviação iraniana, Reza Jafarzadeh, à IRIB.

O Exército afirmou em um comunicado que “detalhes sobre as circunstâncias do acidente e seu número de baixas entre a tripulação estão sendo investigados”.

 A mesma fonte indicou que havia dez pessoas a bordo. Por seu lado, a agência Tasnim referiu-se ao acidente de um avião de carga militar que transportava carne de Bishkek, a capital do Quirguistão.

De acordo com a IRIB, a aeronave atingiu um prédio após o piloto ter feito uma manobra ruim na pista enquanto tentava pousar no aeroporto de Fath, na província de Alborz, a leste de Teerã.

 

Deixe seu comentário: