Últimas Notícias > Notícias > Brasil > As propostas de reforma tributária que tramitam na Câmara e no Senado colocaram em campos opostos a indústria e os demais setores

Nasa usa Capitão Kirk em trailer sobre missão para levar (mais uma vez) o homem à Lua

O vídeo da Nasa é narrado por William Shatner, o primeiro Capitão Kirk de Star Trek. (Foto: Reprodução)

A Nasa (agência espacial norte-americana) divulgou um trailer intitulado de “Nós estamos indo”. O vídeo é um apelo patriótico para apoiar a missão de levar, mais uma vez, humanos à Lua e veio logo após o anúncio de um aumento orçamentário de US$ 1,6 bilhão para o projeto. Ele é narrado pelo ator William Shatner (o primeiro Capitão Kirk de “Star Trek”) e mostra as cenas de viagens passadas dos americanos ao espaço. Fica claro que as ambições da agência são de até 2024 para conseguir concretizar seus planos.

O trailer começa com a narração de Shatner descrevendo a história dos esforços da Nasa para alcançar a Lua e os desafios enfrentados pelas futuras missões. Continua com a contribuição de especialistas e outros funcionários de vários departamentos da agência espacial norte-americana. Os momentos finais terminam com o slogan “Nós estamos indo” repetido diversas vezes com o aumento da música.

Em 26 de março, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, desafiou a Nasa a devolver os seres humanos à superfície da Lua até 2024. O anúncio marcou uma mudança significativa para a agência que, anteriormente, tinha como meta cumprir esta missão até 2028. Como resultado, a Nasa buscou reunir o apoio de membros do Congresso e do público para atrair o financiamento que a ambiciosa missão requer.

“Nosso dever é ir rapidamente, e ficar, para pressionar nossos esforços coletivos com um fervor que nos fará retornar à Lua de uma maneira totalmente diferente de 50 anos atrás”, Shatner narra. Por fim a agência americana ainda solicitou ao governo um financiamento adicional de aproximadamente R$ 5 bilhões. O destino desse dinheiro deve ser para financiar as diversas etapas da exploração lunar.

Mulher na Lua

O ambicioso plano da Nasa de levar a primeira mulher à Lua até 2024 é agora chamado de Artemis, em homenagem à deusa grega da Lua irmã gêmea de Apolo. O programa Apollo da Nasa colocou os primeiros homens naquele planeta nos anos 1960 e 1970, mas agora que a agência espacial se concentra em levar uma mulher para lá.

Em março, o vice-presidente Mike Pence pediu à Nasa que acelere as iniciativas lunares nos próximos cinco anos. Desde que o desafio foi proposto, o administrador da Nasa, Jim Bridenstine, insiste que os primeiros a irem à Lua serão um homem e uma mulher. O The New York Times aponta que o pedido de orçamento atualizado da agência espacial é de US$ 1,6 bilhão para ajudar nessa missão. O presidente Donald Trump tuitou sobre o tema em maio.

Por outro lado, em março, a Nasa cancelou os planos da primeira caminhada espacial exclusivamente feminina por um problema com o tamanho do traje espacial. Em abril, entretanto, Brudenstine disse durante a conferência Space Symposium, em Colorado Springs, que “a primeira mulher na superfície da Lua será uma americana e que isso acontecerá em cinco anos”.

A notícia vem pouco mais de um mês antes do 50º aniversário da aterrissagem da Apollo 11 em 1969. O programa Artemis ainda está no começo e, segundo a Nasa, ainda há muito a ser desenvolvido em relação a ele.

Deixe seu comentário: