Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Padre é morto durante assalto em igreja de Brasília; corpo foi encontrado com pés e mãos amarradas

A nova diretoria do Instituto de Estudos Empresariais, em Porto Alegre, tomou posse nessa terça-feira

Entidade será comandada pelo gestor de investimentos Pedro de Cesaro. (Foto: Divulgação/IEE)

Uma cerimônia na Associação Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre, marcou na noite dessa terça-feira a posse da nova diretoria do IEE (Instituto de Estudos Empresariais). Fundada em 1984 na capital gaúcha, a associação civil sem fins lucrativos ou político-partidários terá como presidente durante a gestão 2018-2019 o gestor de investimentos Pedro de Cesaro, 32 anos. Ele substitui a advogada, empresária e executiva Giovana Stefani, primeira mulher a comandar a entidade.

A cúpula que assume o IEE é formada, ainda, por Júlia Evangelista Tavares na vice-presidência, além dos diretores Marcelo Bertuol (Finanças), Bárbara Veit (Eventos), Sillas Neves (Formação), Theodora Cioccari (Comunicação) e Roberto Andrade (Relações Institutucionais e Fórum da Liberdade).

Antes da posse, foram entregues prêmios a associados do Instituto de Estudos Empresariais. O evento também contou com uma palestra do intelectual britânico Roger Scruton, 75 anos, professor na Inglaterra e nos Estados Unidos. Trata-se de um dos expoentes mundiais do pensamento conservador contemporâneo.

Perfil

Associado desde 2015, Pedro De Cesaro foi vice-presidente do IEE no biênio 2018-2019 e diretor do evento Fórum da Liberdade no ano passado. Ele é formado em Administração e Marketing pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) e possui MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria pela FGV (Fundação Getulio Vargas). O seu currículo inclui, ainda, a certificação internacional em planejamento financeiro pela FPSB (Financial Planning Standards Board).

Em sua fala, De Cesaro comentou o momento da política brasileira, exaltando a equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro, que descreveu como sendo “verdadeiramente liberal.” Ele agradeceu a toda a equipe do IEE, que se dedica a colocar em prática a agenda liberal do instituto. “Quero trabalhar para que a chama da liberdade que me atingiu se acenda em muitos outros”, disse.

Presença do governador

Outro convidado ilustre foi o governador gaúcho Eduardo Leite. Em discurso durante a cerimônia, ele parabenizou a nova diretoria do IEE e ressaltou a combinação de esforços de diferentes setores, em nome do desenvolvimento. “As convergências que unem quem está lutando pela retomada econômica do Rio Grande do Sul serão sempre maiores que as divergências”, declarou.

O chefe do Executivo não poupou elogios à entidade. “O IEE teve um grande papel ao ter a ousadia de defender a participação do setor privado em funções que eram do Estado”, afirmou. “Se chegamos a um tempo em que essa discussão está tomando espaço, isso se deve à dedicação de pessoas que acreditam no importante papel que a iniciativa pode oferecer na prestação de serviços.”

A cerimônia transcorria no clube do bairro Moinhos de Vento quando Leite recebeu de seus assessores a confirmação de que os três projetos de privatização de companhias estatais (CEEE, CRM e Sulgás) recém haviam sido aprovados na Assembleia Legislativa. “Essas vitórias são o ponto de partida, não de chegada. Isso vai significar para o Rio Grande do Sul, nos próximos anos, um processo de modernização em que se ganha duplamente: ganhamos investimento privado e redução do déficit público”, manifestou-se.

(Marcello Campos)

Deixe seu comentário: