Últimas Notícias > Capa – Magazine > Morre o crítico de cinema Rubens Ewald Filho

A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre apresenta um concerto gratuito em Lajeado na noite desta sexta-feira

Programa destaca compositores como Mozart, Bernstein, Piazzolla e Camargo Guarnieri.  (Foto: OSPA)

A cidade de Lajeado (Vale do Taquari) recebe na noite desta sexta-feira um concerto da série “Interior”, da Ospa (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre), com entrada gratuita. Sob regência do maestro Manfredo Schmiedt, o programa tem como convidado o solista Francis Padilha.

Em destaque, composições de Wolfgang Amadeus Mozart, Franz von Suppé, George Bizet, Pietro Mascagni, Andrew Lloyd Webber, Claude-Michel Schönberg, John Barry, Leonard Bernstein, Camargo Guarnieri e Astor Piazzolla.

A apresentação começa às 20h, no Teatro da Univates (Universidade do Vale do Taquari), localizada na avenida Avelino Talini nº 171). O ingresso é gratuito, mediante a doação individual de pelo menos 1 quilo de alimento não perecível, que será revertido ao programa Mesa Brasil do Sesc (Serviço Social do Comércio).

As entradas já foram distribuídos na bilheteria local, esgotando a capacidade da sala. Segundo a Ospa, entretanto, haverá fila de espera no dia do evento caso ocorram desistências.

Realizado em conjunto com o Sesc (Serviço Social do Comércio) e Univates (Universidade do Vale do Taquari), o evento é o terceiro de um total de dez apresentados em municípios gaúchos ao longo ao ano. A Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento) patrocina a série.

Música

A apresentação inicia com duas obras de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791): a “Abertura da ópera As Bodas de Fígaro K. 492” e “ Ária “Non piú andrai” da ópera As Bodas de Fígaro”. O roteiro prossegue com a abertura da opereta “Cavalleria leggera”, de Franz von Suppé (1819-1895). Em seguida, é a vez a canção “Toreador”, nome popular para a ária “Votre toast, je peux vous le rendre“, da ópera Carmen, composta por Georges Bizet (1838-1875).

Na sequência, vem a “Cavalleria Rusticana”, ópera de Pietro Mascagni (1863-1945) em um ato único, considerada uma das primeiras composições do verismo (realismo operístico italiano). Depois entram as peças “Largo al Factotum”, da ópera Barbeiro de Sevilha de Gioachino Rossini (1792-1868), “Seleções do Fantasma da Ópera” de Andrew Lloyd Webber(1948-), “Les Misérables” de Claude-Michel Schönberg (1944) e “Somewhere in Time” John Barry (1939-1998).

Encerrando a noite, a Ospa apresenta as obras “West Side Story” (“Amor, Sublime Amor”) de Leonard Bernstein (1918-1990), “Dança Brasileira” do brasileiro Camargo Guarnieri (1907-1993) e “Libertango” do argentino Astor Piazzolla (1921-1992).

Hospital Fêmina

Nessa quinta-feira, o projeto “Ospa na Comunidade” esteve no Hospital Fêmina, em Porto Alegre. Acompanhados de um pianista, alunos do Coro Jovem da Escola de Música da instituição apresentaram diversas obras aos pacientes, familiares e funcionários que estavam no prédio do bairro Moinhos de Vento.

O grupo de vozes foi conduzido pelo professor-regente Cosmas Grienesein. Lançada em 2015, a iniciativa já promoveu mais de 60 recitais em hospitais, escolas, lares de idosos, centros de assistência social e bibliotecas de Porto Alegre e da Região Metropolitana.

Além de proporcionar a um público diversificado o acesso à música de concerto, o “Ospa na Comunidade” permite que o coral da Orquestra Sinfônica aperfeiçoe o desempenho fora do ambiente escolar.

(Marcello Campos)

Deixe seu comentário: