Últimas Notícias > Atividades Empresariais > Jogo entre Inter e Ceará tem desconto na reserva antecipada no Edifício-Garagem do Beira-Rio

A Petrobras anunciou a redução do preço da gasolina nas refinarias pela primeira vez desde 22 de junho

No mês, o preço da gasolina nas refinarias acumula alta de 1,03%. (Foto: Marcelo Camargo/Abr)

A Petrobras vai reduzir os preços da gasolina nas refinarias em 0,98%, para R$ 2,0326 por litro, a partir desta sexta-feira (13). É o primeiro corte feito pela petroleira desde 22 de junho.

A redução ocorre um dia após uma forte queda nas referências internacionais do petróleo, o Brent e o WTI.

As informações são do portal de notícias G1 e da ANP (Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis).

No mês, o preço da gasolina nas refinarias acumula alta de 1,03%. Desde 17 de fevereiro, quando a Petrobras passou a divulgar as cotações, o aumento é de 1,36%.

Mesmo com o reajuste, que faz parte da política acompanhar as cotações internacionais, em vigor há mais de um ano, o valor da gasolina da Petrobras segue acima dos R$ 2,0316 por litro do diesel, “congelado” desde o início de junho graças a uma subvenção oferecida pelo governo para encerrar a greve dos caminhoneiros.

A disparada do preço do diesel, que chegou a atingir uma máxima de R$ 2,3716 por litro em maio, era um dos principais pontos questionados nos protestos que paralisaram o país e afetaram diversos setores da economia.

Preços nas bombas

Para o consumidor final, os preços tanto da gasolina quanto do diesel caíram pela quinta semana consecutiva, segundo um levantamento da ANP da semana passada.

O preço da gasolina teve leve recuo de 0,66%, terminando a semana passada a R$ 4,495 por litro. O valor representa uma média calculada pela ANP, que verifica os preços em diversos municípios. Eles, portanto, podem variar de acordo com o local.

No acumulado do ano, segundo a ANP, o preço médio da gasolina para o consumidor tem alta de 9,66%.

Infopreço

A ANP lançou o Infopreço, sistema que permite que os postos revendedores de combustíveis publiquem, voluntariamente, os preços cobrados pelos combustíveis (gasolina, etanol, diesel S-10, diesel S-500 e gás natural veicular). O sistema está disponível para os postos se cadastrarem desde 20 de junho e os dados declarados podem ser consultados a partir de hoje (11/7).

Os preços mais recentes informados por cada posto participante estão acessíveis em planilha Excel (.xlsx), que será atualizada diariamente e permite filtros por produto, CNPJ, nome e endereço do posto revendedor. O formato em dados abertos possibilita que desenvolvedores utilizem as informações divulgadas para a criação de outros serviços de interesse público.

O objetivo da ANP é dar à sociedade mais uma opção para consulta dos preços dos combustíveis, além do Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis.

Os dados são declarativos e de responsabilidade do posto revendedor.

Deixe seu comentário: