Últimas Notícias > Colunistas > Bolsonaro deverá sancionar Lei da posse de arma em propriedade rural

A polícia encontrou quase 150 quilos de cocaína pura escondidos dentro de sacos de café na região do Porto de Santos

A princípio, a mercadoria seria enviada para a França, mas os policiais descobriram que a droga seria distribuída entre São Paulo e os Estados vizinhos. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil apreendeu 142 quilos de cocaína pura escondidos em uma carga de café, na manhã desta terça-feira (12) em Santos, no litoral de São Paulo. Uma pessoa foi presa. A princípio, a mercadoria seria enviada para a França, mas os policiais descobriram que a droga seria distribuída entre São Paulo e os Estados vizinhos. As informações são do portal de notícias G1.

Denúncia

De acordo com informações do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), policiais civis receberam uma denúncia de tráfico de drogas. As apurações sobre o esquema começaram há 30 dias pela 3ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Crimes Patrimoniais contra Órgãos e Serviços Públicos).

Armamentos e drogas

As informações indicavam que uma organização criminosa tentaria introduzir no Estado de São Paulo armamentos e drogas. Para isso usariam um esquema de contêiner de exportação de café. A equipe, durante a apuração, obteve a cor e a numeração estampada no depósito de transporte de carga.

A principal referência era que a organização criminosa usaria as ruas próximas ao porto de Santos para não atrair as atenções. Os policiais localizaram o caminhão, nesta manhã desta terça-feira, na avenida Engenheiro Augusto Barata, e abordaram o motorista.

França

O veículo saiu de Varginha, em Minas Gerais, e estaria carregado com sacas de café que seriam entregues no Porto de Santos e exportadas, a princípio, para a França. Porém, ao realizar uma vistoria no veículo, os policiais civis encontraram tabletes de cocaína pura escondida dentro dos sacos de café.

Motorista detido

A equipe deteve o motorista Edinilson Querino Pereira, de 29 anos. Após dizer que não sabia o que estava transportando, ele admitiu que, entre as 320 sacas de café, três sacos continham 126 peças de cocaína.

O caminhoneiro foi encaminhado ao DEIC, em São Paulo, e irá responder pelo crime de tráfico de drogas. Pereira não apresentava passagens anteriores pela Justiça. As investigações continuam para revelar outros envolvidos no esquema.

Responsabilidade

Por meio de nota, a MSC, proprietária do contêiner, informou que a carga transportada não é de responsabilidade da companhia. “Aparentemente foi utilizada a técnica rip-on/rip-off, na qual a droga é introduzida sem o conhecimento do dono da carga”, informou a empresa.

Deixe seu comentário: