Últimas Notícias > CAD1 > Unidades de pronto-atendimento terão serviços ampliados na Zona Leste de Porto Alegre

A polícia fechou uma agência de turismo suspeita de aplicar golpes em haitianos em Santa Catarina

O local vendia passagens aéreas internacionais e funcionava como casa de câmbio, mas tudo não passava de disfarce conforme os policiais. (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil de Blumenau (SC), no Vale do Itajaí, fechou na quinta-feira (20) uma agência de turismo na cidade suspeita de aplicar golpes em haitianos. O local vendia passagens aéreas internacionais e funcionava como casa de câmbio, mas tudo não passava de disfarce conforme os policiais. As informações são do portal de notícias G1.

O suspeito de aplicar os golpes era um haitiano de 30 anos. As vítimas também eram haitianas e tentavam trazer parentes para o Brasil. Porém, elas só descobriam que se tratava de um golpe na hora do embarque. Uma dessas vítimas chegou a perder R$ 10 mil na compra das passagens.

Pessoas prejudicadas

A polícia já identificou dez pessoas que foram prejudicadas pela agência. “No início, o que ele fez, ele até atuou de forma correta, ao menos no início. Do final do ano passado para agora é que ele começou, pelo menos a gente constatou, começou a lesar os haitianos “, afirmou o delegado Lucas Gomes de Almeida.

O homem suspeito de aplicar os golpes prestou depoimento e negou os crimes. Por precaução, ele teve o passaporte retido para que não possa deixar o país e deve ser indiciado por estelionato continuado.

“Causou uma própria repulsa da comunidade haitiana, de alguns haitianos, porque não acreditavam que um próprio cidadão, um irmão de pátria pudesse lesar, aplicar golpes”, disse o delegado.

Cartões falsos

Em outro caso, na mesma região, dois homens foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF-SC) na tarde desta sexta-feira (21) na BR-101 em Itajaí, com dinheiro, cheques e cartões falsos. Eles estavam num carro Peugeot 307 com placas de Gaspar, que foi abordado durante uma fiscalização de rotina.

Conforme a PRF-SC, os dois homens demonstraram nervosismo e um deles tentou se desfazer de cinco notas de R$ 100 falsas.

No veículo foram encontradas ainda duas folhas de cheque em nome de terceiros com indícios de falsificação, dois cartões bancários sem identificação e um aparelho celular, provavelmente comprado com dinheiro falso, disse a PRF-SC.

O motorista, de 27 anos, tem 26 passagens policiais, inclusive por estelionato e fraude em comércio. O passageiro, de 23 anos, tem 18 passagens, por crimes como estelionato, roubo e falsa identidade.

Os dois foram encaminhados à Polícia Federal de Itajaí.