Últimas Notícias > Fama & TV > Celebridades > Paolla Oliveira se afirma solteira e nega romance com empresário

A Seleção Brasileira teve a volta de Danilo e a ausência de Marcelo no primeiro treino visando o México

O lateral-esquerdo Marcelo, como já se imaginava que ocorreria, não participou do trabalho. (Foto: CBF/Divulgação)

A Seleção Brasileira iniciou nesta sexta-feira a preparação para o duelo com o México, na segunda-feira, às 11h (de Brasília), pelas oitavas de final do Campeonato Mundial, com uma novidade. O lateral-direito Danilo participou normalmente do trabalho, indicando que está recuperado de problema na região do quadril direito. Já o lateral-esquerdo Marcelo, como já se imaginava que ocorreria, não participou do trabalho.

Danilo se lesionou na véspera do duelo entre Brasil e Costa Rica, em São Petersburgo, pela segunda rodada do Grupo E do Mundial. Desde então, vem sendo substituído por Fagner, que teve atuações seguras nos últimos compromissos e, assim, pode até ser mantido entre os titulares por Tite, embora a posição viesse sendo ocupada pelo jogador do Manchester City antes de ele se contundir.

O trabalho desta sexta-feira foi o primeiro da seleção desde o triunfo sobre a Sérvia por 2 a 0, na quarta-feira, em Moscou, pois a quinta acabou sendo dia de folga para o elenco em Sochi. Assim, como é costumeiro nessas ocasiões, os titulares e jogadores que atuaram por mais de 45 minutos, caso do lateral-esquerdo Filipe Luís, fizeram apenas trabalhos regenerativos. Foi esse o caso, por exemplo, do atacante Neymar, que até brincou com o seu filho, Davi Lucca, durante a parte da atividade que foi liberada à imprensa, além de exibir imensa habilidade ao realizar embaixadinhas sentado no campo.

Enquanto isso, os reservas fizeram trabalho em campo reduzido nesta sexta-feira. E entre eles estava Danilo, que não aparentou trabalhar com qualquer incômodo e nem treinou com qualquer restrição ao lado dos seus companheiros de seleção.

O meia-atacante Douglas Costa, que sofreu lesão na região posterior da coxa direita nos minutos finais do confronto com a Costa Rica, foi ao campo para realizar trabalhos com um dos fisioterapeutas da comissão de Tite, mas segue sem previsão sobre quando estará à disposição do treinador.

Já o lateral-esquerdo Marcelo também desceu ao campo, mas utilizando chinelos, apenas para participar de uma conversa de Tite com todo o elenco da seleção antes do início do treino. Ele atuou por menos de dez minutos contra a Sérvia por causa de uma contratura na região lombar e foi poupado da atividade, mas se recupera bem e pode ser liberado para enfrentar o México.

A seleção volta a treinar neste sábado em Sochi, em atividade completamente fechada à imprensa, e depois viaja para Samara, onde vai realizar um treinamento no domingo, na véspera do confronto válido pelas oitavas de final do Mundial.