Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Agência Nacional de Mineração alerta para possibilidade de rompimento de barragem em MG

Advocacia-Geral da União cobra bilhões desviados dos cofres públicos

Os desvios teriam sido de R$ 2,1 bilhões. (Foto: Reprodução)

A Advocacia-Geral da União (AGU) está cobrando judicialmente o pagamento de valores desviados, tanto da própria AGU, quanto de outras fundações do setor público. Conforme a autarquia divulgou, nesta quinta-feira (18), está movendo, ao longo dos últimos três anos, mais de 600 ações de improbidade administrativa, para conseguir a devolução de R$ 2,1 bilhões.

Na maioria dos casos, os desvios são relativos à má aplicação de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e à Previdência Social, caso em que ocorrem como falsificação de documentos e contratação de terceiros, para conseguir os benefícios. Há também registros na educação, com fraudes de merenda escolar.

O trabalho é coordenado na AGU, por meio da Equipe de Trabalho Remoto de Ações de Improbidade Administrativa da Procuradoria-Geral Federal (ETR-Probidade), criada em 2016.

Deixe seu comentário: