Últimas Notícias > Esporte > Futebol > Inter > Técnico do Inter foge de perguntas sobre arbitragem no Grenal: “Eu, aqui, tenho que falar sobre futebol”

Alarme falso gera confusão na Disneylândia de Paris

Desde a sua inauguração em 1992, o parque já recebeu mais de 320 milhões de visitantes. (Foto: Disneyland Paris/Divulgação)

Os turistas que aproveitaram as diversões da Disneylândia de Paris no sábado (23) precisaram correr em busca de refúgio após terem confundindo o barulho de uma máquina com tiros, informaram fontes oficiais e testemunhas. “Falso alarme, as forças de segurança confirmaram que não há ameaça”, disse o Ministério do Interior francês em sua conta no Twitter, dissipando os rumores que se multiplicaram rapidamente nas redes sociais.

Uma fonte policial que pediu para não ser identificada disse que “houve um tumulto devido a um barulho, possivelmente causado por uma escada rolante, ou talvez um elevador”. Uma jovem que se identificou como Alexia disse que “houve um enorme pânico, todos pensaram que era um ataque”. “Depois de alguns minutos, nos fizeram sair pela parte posterior. Havia muitos policiais”, contou.

No momento da confusão, o parque – localizado a cerca de trinta quilômetros a leste de Paris – imediatamente aplicou seu protocolo de segurança e bloqueou todos os acessos e saídas até que os temores fossem descartados, e os agentes organizaram a evacuação dos turistas.

O parque temático da Disneylândia em Paris é o destino turístico privado mais visitado da Europa: desde sua inauguração em 1992, já recebeu mais de 320 milhões de visitantes.

Construção negada 

Após o governo do Distrito Federal ter anunciado a intenção de trazer um parque da Disney para a capital federal, a companhia do Mickey negou que tenha planos de chamar também o Pato Donald e o restante da turma para morar no Brasil. “Embora o Brasil seja um mercado atrativo, no momento não há planos para a construção de parques na região”, informou a Disney.

Ainda assim, como forma de não fechar as portas para o futuro, a empresa afirmou que “está sempre buscando caminhos para expandir seus negócios e, como parte desse processo, conversa com diferentes entidades”.

Interesse do DF

Em fevereiro, o governador Ibaneis Rocha (MDB) disse que iria se reunir com representantes da multinacional ainda esta semana. O governo até chegou a ventilar a informação de que reservou uma área de 800 hectares em Sobradinho para abrigar a estrutura. “Estou fazendo estudos em todas as áreas. Temos conversado com diversas áreas. Essa semana vem um representante da Disney ao Distrito Federal. São projetos que estamos buscando para dar novo perfil econômico ao DF”, disse Ibaneis na época.

Boatos

Boatos do tipo envolvendo o parque costumam surgir periodicamente. Em 2008, apareceu na internet a informação de que a Disney seria construída em Curitiba, no Paraná. A inauguração prometida era para 2013. Já em 2010, um novo boato: de que um resort seria erguido entre São Paulo e Rio de Janeiro a tempo para a Olimpíada de 2016. Além dos Estados Unidos, atualmente a Disney tem parque em Hong Kong, Xangai, Tóquio e Paris.

Em 2016, empresários chegaram a anunciar para o ex-governador Rodrigo Rollemberg (PSB) um pacote de iniciativas com objetivo de desenvolver a economia do DF. Entre as ideias estava justamente a de criar um parque da Disney em Brasília. Segundo o grupo, havia tratativas em curso desde 2013.

Deixe seu comentário: