Últimas Notícias > Capa – Magazine > Emmy 2019: Fleabag, Chernobyl e Game of Thrones estão entre os principais premiados 

Senado vota contra decreto das armas editado pelo presidente Jair Bolsonaro

O plenário do Senado Federal discutiu, nesta terça-feira (18), sobre o decreto das armas, editado pelo presidente Jair Bolsonaro. Após análise de um parecer aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da Casa, para suspender a medida, os senadores votaram contra o texto assinado por Bolsonaro, que facilita o porte de armas no país.

Com duração de aproximadamente três horas, dez senadores favoráveis e dez contrários do decreto discursaram, por três minutos cada.

Agora, com a aprovação, a tramitação seguirá na Câmara dos Deputados. Até que os deputados avaliem o tema, segue válido o decreto. A discussão em torno do assunto ocorre porque o texto permite que cidadãos levem consigo o armamento nas ruas e em locais públicos, não apenas em sua residência.

O presidente Jair Bolsonaro chegou a pedir em suas redes sociais que seus seguidores pressionassem os senadores a rejeitarem projetos que anulam o decreto. As primeiras alterações foram assinadas por ele no dia 7 de maio. Outra versão foi feita pelo presidente, em 22 de maio, após contestações. Porém, as reclamações e considerações sobre as mudanças não cessaram.

Entenda aqui o que mudou com os novos textos do decreto das armas.

Deixe seu comentário: