Home > Capa – Caderno 1 > O Inter tem uma semana repleta de treinos antes do próximo jogo

Após conquistar o Mundial de Fórmula 1, piloto alemão Nico Rosberg anuncia a sua aposentadoria aos 31 anos

Rosberg conquistou esta temporada da Fórmula 1 com 385 pontos, cinco a mais do que o seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton (Foto: Reprodução)

Cinco dias após ser campeão do Mundial de Fórmula-1, o alemão Nico Rosberg surpreendeu a todos nesta sexta-feira (02) ao comunicar sua aposentadoria do esporte, aos 31 anos. O anúncio aconteceu durante a premiação da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) em Viena, na Áustria.

“Para mim é um dia muito especial, receber o troféu. Esta noite será incrível, mas por outra razão. Quero aproveitar a oportunidade para anunciar o fim da minha carreira na Fórmula 1”, disse Rosberg. De acordo com o agora ex-piloto da Mercedes, a decisão foi pessoal, envolvendo principalmente motivos familiares, como o medo de sua mãe em vê-lo nas pistas. “Minha mãe ficou feliz porque nunca mais vai ter que sofrer. Ele nunca viu uma corrida minha, ficava com muito medo”, contou Rosberg.

“É difícil explicar. Desde que eu comecei, quando tinha 6 anos, eu tinha um sonho muito claro, e este sonho era ser campeão mundial de F1. Agora, atingi isso. Eu coloquei tudo que tinha nisso durante 25 anos nas corridas. E com a ajuda de todos ao meu redor, meus fãs, minha equipe, minha família e meus amigos, eu consegui alcançá-lo este ano. Foi uma experiência incrível para mim, que lembrarei para sempre. Ao mesmo tempo, foi um período muito difícil. Perder para Lewis Hamilton nos dois últimos anos foi extremamente difícil para mim. Isso deu um combustível em minha motivação de um modo que eu sequer sabia que seria possível reagir para alcançar, enfim, meu sonho”, disse Rosberg.

 

 

Comentários