Últimas Notícias > Capa – Você viu > Ferramenta de música no Instagram está disponível no Brasil

As praias do Lami e Belém Novo permanecem liberadas para o banho

Análises sobre a balneabilidade foram realizadas pelo Dmae. (Foto: Maria Ana Krack/PMPA)

A Smams (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade) divulgou na quinta-feira (10) o relatório referente à balneabilidade para as praias do Lami e de Belém Novo. Os dados indicam que todos os pontos permanecem próprios para banho. Os resultados são baseados nas últimas cinco análises realizadas pelo Dmae (Departamento Municipal de Água e Esgotos).

A análise da balneabilidade segue o disposto pela Resolução nº 274/2000, do Conama (Conselho Nacional de Meio Ambiente), e estabelece que 80% das análises, de um conjunto das cinco últimas amostras, devem apresentar um número de Escherichia coli não superior a 800 NMP/100mL.

Na última amostragem, esse valor não pode ultrapassar 2000 NMP/100mL. Além disso, o valor do PH deve manter-se na faixa de 6,0 a 9,0. Por questões de saúde e segurança, a Smams desaconselha o banho em outros locais da orla de Porto Alegre.

Confira os pontos analisados:

Belém Novo: Posto 1 (Praça Comunal, em frente à garagem da empresa de ônibus) – Águas próprias para banho; Posto 2 (Praia do Leblon, avenida Beira Rio, em frente à rua Antônio da Silva Só) – Águas próprias para banho; Posto 3 (Praia do Veludo, em frente à interseção das avenidas Beira Rio, Pinheiro Machado e rua Antônio da Silva Só) – Águas próprias para banho.

Lami: Posto 1 (acesso pela rua Luiz Vieira Bernardes, em frente à segunda guarita de salva-vidas) – Águas próprias para banho; Posto 2 (acesso pela rua Luiz Vieira Bernardes, em frente à primeira guarita de salva-vidas) – Águas próprias para banho; Posto 3 (avenida Beira Rio, em frente ao nº 510) – Águas próprias para banho.

Fepam indica 16 pontos impróprios para banho em águas internas do Rio Grande do Sul

O quinto relatório de balneabilidade das praias gaúchas divulgado nesta sexta-feira (11) pela Fepam (Fundação Estadual de Proteção Ambiental) indica que subiu de 15 para 16 o número de pontos impróprios para banho no Rio Grande do Sul nesta semana. Nenhum dos pontos impróprios está localizado no Litoral.

Em Pelotas, sete pontos permanecem sem condições de banho na Praia do Laranjal: Santo Antônio – Restaurante, Santo Antônio – Rua Bagé e Santo Antônio – Avenida Rio Grande do Sul, o Balneário dos Prazeres, Colônia Z-3, Valverde – Pontal da Barra e Valverde – Aki Pizza.

Os demais pontos impróprios para banho são: Balneário Caverá, Rio Ibirapuitã, em Alegrete, Praia Recanto das Mulatas – Lago Guaíba, em Barra do Ribeiro, Balneário Rainha do Sol, Rio Ibicuí, em Manoel Viana, Balneário Passo do Verde no Rio Vacacaí, em Santa Maria, Balneário Passo do Umbú – Rio Ibicuí, em São Vicente do Sul, Balneário Rebelo, na Lagoa dos Patos, em Tapes e a Praia Passo Real, no Rio Ibicuí, em Dom Pedrito.

Nesta semana, a Praia Nova no Rio Jacuí, em Cachoeira do Sul saiu da condição de imprópria para banho e ingressaram dois novos pontos do município de São Francisco de Assis, o Balneário da Jacaquá no Rio Ibicuí e o Balneário Poço das Pedras, no Arroio Inhacundá.

Neste ano o projeto Balneabilidade ampliou para 44 o número de municípios monitorados, com a inclusão dos balneários de Pelotas e Tavares. Ampliou também o número de pontos monitorados para 94. Em Pelotas, a coleta e monitoramento é de responsabilidade do Sanep (Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas).

Aplicativo informa condições de banho

Pelo segundo ano consecutivo a Fepam utiliza além do site Balneabilidade, o aplicativo com informações sobre a qualidade das águas em balneários gaúchos. Desenvolvido com o apoio da Procergs e do Corpo de Bombeiros, o serviço também oferece as condições de segurança para banho e a previsão do tempo. A proposta é facilitar a comunicação com os veranistas. Pelo site e pelo aplicativo, é possível visualizar se as águas estão próprias ou impróprias para banho. Mesmo com a novidade, a Fepam optou por manter as tradicionais placas informativas nos locais onde as águas estiverem sem condições de banho.

O serviço pode ser acessado pelo computador ou no modo web app, não sendo necessário fazer download em lojas de aplicativos. Os web apps são uma espécie de atalho na tela do celular e tem a vantagem de ser mais leve, não ocupar a memória, consumir menos internet e operar normalmente mesmo em lugares com pouco sinal. O serviço funciona nos sistemas Android e iOS. Para ter o aplicativo no seu celular, basta acessar o site e criar o atalho.

O aplicativo também informa as condições de segurança para o banho de mar no Litoral Norte e Sul, seguindo o mesmo critério de cor das bandeiras utilizadas nas guaritas dos guarda-vidas: verde para banho praticável, amarelo para banho com riscos relativos e vermelho para banho desaconselhável. O serviço ainda inclui dados de meteorologia, previsão do tempo, temperatura e velocidade do vento – nos pontos onde é efetuada a balneabilidade.

Deixe seu comentário: