Últimas Notícias > CAD1 > A empresa aérea Latam demitiu um funcionário que aparece em um vídeo constrangendo mulheres na Rússia

Assembleia cria Frente para acompanhar negociação da dívida

Deputado Luís Augusto Lara (PTB) vai coordenar Frente Parlamentar para acompanhar acordo da dívida do RS. (Foto: Divulgação/AL)

A Assembleia Legislativa vai instalar na próxima terça-feira, dia 19, a Frente Parlamentar de Acompanhamento à Proposta de Adesão ao Plano de Recuperação Fiscal. A proposta foi apresentada pelo deputado Luís Augusto Lara (PTB), que obteve a assinatura de 25 deputados, alguns da base aliada.

Bingos para partidos políticos

A aprovação pela Comissão Especial da Reforma Política da Câmara dos Deputados da possibilidade de os partidos organizarem bingos e sorteios para arrecadar recursos mobilizou diversas organizações, dentre elas o Instituto Ethos, que emitiram ontem nota, condenando a alternativa de arrecadação. Justificam que, “por movimentarem recursos em espécie – e por vezes volumes vultuosos –, os assim chamados jogos de azar são atividades associadas a riscos de lavagem de dinheiro, de acordo com o GAFI – Grupo de Ação Financeira contra a Lavagem de Dinheiro e o Financiamento do Terrorismo”. Apontam ainda, que, “se arrecadados por meio de jogos de azar, recursos de origem potencialmente ilícita irrigarão campanhas eleitorais, afetando o princípio da isonomia da competitividade e a noção de eleições livres e justas”.

Lasier propõe demissão para servidor com baixo desempenho

O senador Lasier Martins (PSD) apresentou ontem, na Comissão de Constituição e Justiça, o seu relatório que sugere nova polêmica. A proposta de Lasier é favorável ao projeto (PLS 116/2017) que prevê a demissão de servidor público estável por “insuficiência de desempenho”. Após a leitura da proposta, a CCJ concedeu vista coletiva ao texto, que poderá ser votado na próxima quarta-feira, dia 20. Lasier acatou sugestão de Humberto Costa (PT-PE), determinando que o órgão onde o servidor obtiver nota insuficiente (N) garanta a ele programas de capacitação ou treinamento.

Culpa da falecida?

O ex-presidente Lula atribuiu no depoimento ao juiz federal Sérgio Moro na 13ª Vara Federal em Curitiba ontem à falecida esposa, Marisa Letícia, a responsabilidade por gerir o pagamento do aluguel do apartamento 121, vizinho ao que é de sua propriedade, em São Bernardo do Campo (SP), e gerir seu imposto de renda. A resposta foi dada após a indagação feita pelo Ministério Publico, sobre quem pagaria o aluguel, que estaria em atraso. Segundo Lula, a culpa seria da falecida esposa, porque “eu não tinha conhecimento [da inadimplência]. Eu fiquei surpreso, nunca chegou a mim qualquer reclamação de que não tava se pagando aluguel”. A denúncia é de que o imóvel, na verdade, pertence ao ex-presidente, adquirido com recursos de propina.

Toffoli diz que provas para acusar políticos do PP não são consistentes

Um pedido de vista formulado pelo ministro Gilmar Mendes suspendeu, na última terça-feira, o julgamento pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal  do Inquérito  3980, no qual o Ministério Público Federal denunciou políticos do Partido Progressista (PP) – João Pizzolatti, Mário Negromonte, Negromonte Júnior, Luiz Fernando Faria, José Otávio Germano, Roberto de Britto e Arthur Lira – por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O relator, ministro Edson Fachin, acolheu  a denúncia do MP. O ministro Dias Toffoli, em seu voto, rejeitou a denúncia integralmente quanto aos denunciados Luiz Fernando Faria e José Otávio Germano, por entender que as informações trazidas aos autos por meio da colaboração premiada Alberto Youssef não foram corroboradas por outros elementos de prova.

Deixe seu comentário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.