Últimas Notícias > CAD1 > Focado no Veranópolis, o Grêmio realizou um treino técnico intenso

O lucro do Banrisul aumentou 20% em 2018

Luiz Gonzaga Veras Mota, presidente do Banrisul, apresentou os resultados do banco em 2018. (Foto: Divulgação)

O presidente do Banrisul, Luiz Gonzaga Veras Mota, ao lado de sua diretoria, apresentou na manhã desta terça-feira (12) os resultados financeiros da instituição em 2018. O lucro líquido foi de R$ 1,048 bilhão, representando 20% de incremento sobre o exercício anterior. Com uma carteira de crédito contando com um crescimento na ordem de 8,6%, tendo por base o ano de 2017 sobre 2018. Segundo ele, “a instituição está com apetite para financiar investimentos” no RS.

Boa parte dos mais de R$ 34 bilhões em operações de crédito são para o varejo – pessoas físicas e jurídicas. São 73,4% destinados para essa parcela, ou R$ 25 bilhões. O setor imobiliário representa 12,1% da carteira: R$ 4,1 bilhões. Ao todo, há 97 obras em andamento no Rio Grande do Sul financiadas pelo Banrisul, que no pico da produção geraram cerca de 12 mil empregos. “Financiamos o mutuário que compra o imóvel, mas também o incorporador que constrói e gera emprego”, destacou. “A construção civil é fundamental para a economia porque cada operário contratado representa, na sequência, 19 empregos.

Para o agronegócio, que representa 7,2% do total de crédito do Banrisul, a estratégia é ousada: passar dos 5% de share do mercado gaúcho para entre 7% e 10% nos próximos quatro anos. Para isso, a proposta é abranger toda a cadeia produtiva, promovendo linhas específicas para quem fornece, quem produz e quem compra.

Os números da Vero também foram destaque na apresentação dos resultados do Banrisul. Nos últimos quatro anos, a cifra quase duplicou, atingindo 78,7%. “A Vero está muito bem estruturada e é uma grande parceira do varejo. Temos um plano de vendas robusto com todas as modalidades do mercado para lojistas, oferecendo um portfólio moderno com mobile, 3G, Wi-Fi. POS fixo e Smart POS”. Gonzaga adiantou que a partir do segundo semestre, com o acréscimo de bandeiras, as máquinas trabalharão com 99,2% do mercado de cartões do Brasil.

Com 138 mil adquirentes e 365 mil pontos de venda no RS, a Vero apresentou crescimento de 32% nos últimos quatro anos. No mesmo período, o valor transacionado ultrapassou 78%, sendo 18,9% apenas em 2018. Responsável pelo Vero e pelo Banricard – que centraliza as operações de cartões de benefícios e empresariais – a Banrisul cartões S.A. também teve lucro recorde. O crescimento foi de 16,6% no ano, atingindo R$ 258 milhões e margem EBITDA de 48,7%.

Luiz Gonzaga Veras Mota detalhou ainda o apoio do Banrisul a hospitais e a projetos voltados a crianças, idosos, doentes, área cultural e esportiva, além do Projeto Pescar e patrocínios integrados aos anseios da sociedade.

A inadimplência foi outro ponto apontado pelo presidente, que mencionou bons resultados e grandes esforços nesta área, que acarretam em maior lucro. Em 2018, os índices de inadimplência chegaram a 2,55%, contra 3,5% em 2017.

Deixe seu comentário: