Home > Capa – Caderno 1 > Fortes tremores atingem Roma e a região central da Itália

Bernardinho deixa comando da seleção masculina de vôlei

Após meses de espera, vitorioso técnico não seguirá no comando da equipe masculina. (Crédito: Reprodução)

Bernardinho está fora da seleção brasileira masculina de vôlei. Depois de meses de espera, o treinador teve seu futuro anunciado nesta quarta-feira, em uma coletiva de imprensa na sede da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), à qual não esteve presente.

Nas últimas semanas, o técnico teve uma série de reuniões com a direção da entidade e, na noite de terça-feira, definiu seu futuro. Bernardinho ocupou o cargo por quase 16 anos. Bicampeão olímpico, um dos maiores técnicos da história do vôlei mundial conquistou o histórico ouro nos Jogos do Rio, no ano passado. Agora, se despede antes do início do ciclo rumo aos Jogos de Tóquio, em 2020. Renan Dal Zotto, diretor de seleções até os Jogos do Rio, será o novo técnico da equipe.

“Infelizmente as certezas que a gente estava aguardando só passaram a acontecer de ontem à noite para hoje. O presidente Toroca convidou antes mesmo dos Jogos tanto Zé Roberto quanto Bernardinho para continuar. Zé confirmou que gostaria de continuar. Bernardinho pediu um tempo maior. Ele tinha uma enorme dificuldade de definir sua situação até que entre Natal e Ano novo começou a decidir. Até que ele anunciou que não continuaria”, disse Radamés Lattari, diretor de vôlei de quadra da CBV.

Comentários

Notícias Relacionadas: