Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Jogos de hoje definem próximo adversário do Brasil na Copa feminina

Bilionário Warren Buffett diz que foi “idiota em não ter comprado ações da Amazon”

O investidor já tem participação no mercado tecnológico através da Apple. (Foto: Divulgação)

A empresa Amazon viu as suas ações subirem 3,32% no mercado, tendo sido apoiado por uma das caras mais conhecidas em Wall Street. Segundo o jornal espanhol Expansión, Warren Buffett assumiu que está comprando ações da empresa de comércio eletrônico através da sua própria empresa Berkshire Hathaway.

O empresário, que detém a famosa empresa de ketchup Kraft-Heinz, admitiu que foi um erro não ter comprado as ações antes. “Fui um idiota em não ter comprado ações da Amazon”, disse. Apesar de não ter dito quantas ações adquiriu na empresa de comércio online, o investidor já tem participação no mercado tecnológico através da Apple e, agora, da Amazon.

Foi através da principal empresa, Berkshire Hathaway, que comprou ações na empresa de Cupertino em 2016. Desde essa altura, o empresário tornou-se no segundo acionista, tendo uma participação valorizada em mais de 50 mil milhões de dólares (mais de 44 mil milhões de euros).

As ações da empresa foram avaliadas em 1.962 dólares durante sexta-feira. Este valor chega depois da empresa valorizar mais de 25% durante o primeiro trimestre de 2019. A empresa de Jeff Bezos atingiu uma capitalização que ronda os 966 mil milhões de dólares (862 mil milhões de euros) em Wall Street. No entanto, Buffett explicou que a decisão de investir na Amazon não foi dele mas sim de “um dos colegas do escritório que gere investimentos”, virando as atenções para Todd Combs ou Ted Weschler.

Pistas

Warren Buffet, de 88 anos, deu no sábado (04) uma pista sobre a identidade de seu sucessor à frente do império Berkshire Hathaway, na pequena cidade de Omaha, no coração da zona rural de Nebraska, sem revelá-lo completamente. O detentor da terceira maior fortuna do mundo enfrentou uma enxurrada de perguntas, recebidas com aplausos, sobre sua sucessão, na tradicional assembleia-geral anual de acionistas.

Sem responder diretamente, ele disse que Gregory Abel, de 57 anos, e Ajit Jain, de 67, promovidos em janeiro de 2018 a membros do Conselho de Administração, sem dúvida se unirão a ele e a Charles Munger, de 95 anos, seu cúmplice e sócio há anos, para abordar assuntos dos acionistas. “Não posso ter melhores gerentes de operações que Greg e Ajit. O que conseguiram é notável”, acrescentou o investidor, conhecido como “o oráculo de Omaha”.

Paciência

Há décadas, Buffet e Munger têm sido as únicas estrelas da assembleia-geral do Berkshire Hathaway, um verdadeiro culto a estas “lendas” vivas. No sábado, Ajit Jain respondeu uma das perguntas de um acionista, mas sem subir ao púlpito.

Deixe seu comentário: