Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Facebook aponta aumento de publicações com conteúdo violento na rede social

Boff no INCA

O conhecido teólogo religioso Leonardo Boff. (Foto: EBC)

Um episódio constrangedor envolvendo o conhecido teólogo religioso Leonardo Boff e a direção do INCA (Instituto Nacional do Câncer), comandado por Ana Cristina Pinho, mostra como escalões do governo federal cercam eventuais críticos até em agendas positivas. Boff recebeu telefonema pela manhã, e foi avisado de que estava adiada sua palestra em evento da Assistência Social da entidade dia 30, no Rio de Janeiro. Surgiram bastidores de veto por suas posições de esquerda, não alinhadas ao governo de Jair Bolsonaro. O próprio Boff confirma o veto, à Coluna. E explica: “Minha participação não tem nada de política; é ético-espiritual, para enfermeiros e médicos”. Ontem à noite, consultado pela reportagem, o INCA manteve o evento.

Argumento

Internamente, a direção da entidade alegou que não se tratava de um evento técnico-científico. Mas as inscrições para a palestra, pelo site, foram suspensas.

Sem cachê

O teólogo não cobra cachê para Assistência Social do INCA, o que faz desde início dos anos 2000. “O tema é saber cuidar das pessoas”, ressalta Márcia Miranda, sua esposa.

Cidadania

Boff e a esposa tornaram-se palestrantes voluntários para servidores do INCA após acompanharem tratamentos de cunhada e de crianças de conhecidos, anos atrás.

A palestra

A Conferência “O cuidado como elemento transversal ao indivíduo”, com palestra de Boff, está confirmada para o HC3, em Vila Isabel, de 13h às 17h do dia 30.

Calma, gente

O presidente da FUNAI, Franklinberg de Freitas, se desdobrou num telefonema na noite de sábado para contatos em Altamira a fim de contornar a crise local. Índios de várias etnias mantêm ocupação da sede regional e da sede da Norte Energia, que constrói a usina de Belo Monte. Cobram compensações ambientais acordadas. Franklinberg diz que o processo é demorado por causa de licitações de contratos com fornecedores.

Olha quem fala

A presença em Lisboa do ministro da Justiça, Sérgio Moro, ex-xerife da Lava-Jato, atiçou o ex-primeiro-ministro José Sócrates, que passou meses preso por braço da Operação em Portugal. Para um jornal, Sócrates chamou Moro de “ativista político disfarçado de juiz”. Quem deve, teme.

Os 100 do Chanceler

O chanceler Ernesto Araújo ganhou evento para chamar de seu, embora não compareça. Os 100 dias da gestão do ministro de Relações Exteriores é tema de seminário na USP, dia 29, organizado pelo ex-chanceler Celso Amorim, os governos de Lula.

Aviso prévio

O PT de Pernambuco vai perder a deputada federal Marília Arraes caso não confirme a legenda para que ela dispute a Prefeitura do Recife ano que vem, ela avisa a aliados. Já foi rifada pelo partido na disputa para o governo do Estado, com chances de vitória.

Vem chapa?

Os ex-candidatos à Presidência Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT) desembarcam hoje em Brasília para debate sobre os primeiros 100 dias do governo de Bolsonaro (PSL). Os senadores Randolfe (REDE-AP) e Cid Gomes (PDT-CE), idealizadores do encontro, vão comandar a mesa no auditório Interlegis do Senado.

Liberdade de expressão

O veterano jornalista Henrique Barbosa, do Recife, segue alvo de intimidação através do judiciário, afirma, pelo ex-patrão Eduardo Queiroz, usineiro dono da Folha de Pernambuco. Já são 11 processos que o jornalista responde por injúria, difamação e calúnia. As matérias, embasadas em dados e fatos, estão no henriquebarbosa.com.

Nem tão…

O temporal que inundou as vias de Brasília em plena comemoração dos 59 anos mostrou que, apesar de tão planejada, faltam bueiros. Engenheiros e técnicos do governo do DF citaram ontem, entre portas, a especulação imobiliária não prevista, como o surgimento do setor Noroeste e o rápido crescimento da Asa Norte.

… planejada

Fato é que não chove com tanta intensidade no Brasil há 30 anos, e não previram isso. A área edificada em zonas verdes, por onde a água pluvial tinha vazão, agora barra o fluxo. Várias importantes vias da capital não têm drenagem. Desafio para o GDF!

No mais

Salve, Jorge! Viva São Jorge!

Deixe seu comentário: