Últimas Notícias > | > Governo faz novas demissões no Ministério da Educação

Bolsonaro chega a Israel e afirma retomada de tratamento equilibrado às questões do Oriente Médio

Presidente Jair Bolsonaro pousou em Israel nesta madrugada para acordos com o primeiro-ministro israelense. / (Foto: Presidência da República / Divulgação)

O presidente Jair Bolsonaro pousou no aeroporto de Tel Aviv, em Israel, na madrugada deste domingo, para viagem oficial de três dias. Ele foi recebido pelo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu. “Uma nova era está se abrindo nas relações entre nossos dois países”, afirmou Netanyahu. Para Bolsonaro, a visita visa fortalecer parcerias entre as duas nações que haviam se afastado.

“Felizmente retornamos o tratamento equilibrado às questões do Oriente Médio”, destacou o presidente brasileiro em seu discurso de boas-vindas que durou seis minutos. Em cerimônia oficial ao lado do primeiro-ministro israelense, a quem chamou de irmão, declarou que a cooperação nas áreas de segurança e defesa interessam ao Brasil. “A cooperação nas áreas de segurança e defesa também interessa muito ao Brasil. Eu e meu amigo Netanyahu pretendemos aproximar nossos povos, nossos militares, nossos estudantes, nossos cientistas, nossos empresários e nossos turistas”. Na abertura e no fechamento de seus discurso, o presidente disse em hebraico, “eu amo Israel”.

Bolsonaro agradeceu ainda a presença de Netanyahu,  na sua cerimônia de posse no início do ano e exaltou a  ajuda do Exército de Israel no resgate às vítimas da tragédia da Vale em Brumadinho . Além disso, declarou que dois milagres aconteceram com ele, uma é estar vivo, após levar uma facada, e a outra foi ser sido eleito. “Fui eleito presidente com um clima hostil a minha pessoa, mas eu tinha uma coisa que eles não tinham: o povo ao meu lado.”

Após a cerimônia, a comitiva brasileira se desloca para o hotel em Jerusalém. À tarde, o presidente brasileiro se reúne novamente com Netanyahu. Há previsão de uma declaração conjunta às 19h15min (13h15min de Brasília).

Deixe seu comentário: