Últimas Notícias > Colunistas > Fatos históricos do dia 22 de setembro

Bolsonaro defende internação compulsória e afirma que o dependente “é um escravo da droga”

Cracolândia, em São Paulo. (Rovena Rosa/Agência Brasil)

O presidente da República Jair Bolsonaro defendeu a lei que autoriza a internação contra a vontade dos dependentes químicos, chamada compulsória. Em seu perfil oficial da rede social Twitter, o presidente afirmou que “o dependente não é livre, é um escravo da droga”.

A medida mencionada por Bolsonaro foi sancionada na quarta-feira (5) e altera a Política Nacional de Drogas. Ela permite que ocorra a internação involuntária pela família e, caso não haja familiar ou responsável legal, a ação seja autorizada por algum servidor público da área de saúde ou da assistência social.

Confira a postagem do presidente sobre o assunto:

Deixe seu comentário: