Últimas Notícias > Notícias > Economia > Empresas aéreas cobram até 1.000 reais para transportar uma mala de 23 quilos em voo internacional

Bolsonaro está em excelentes condições clínicas, diz boletim médico

Nesta sexta-feira, em defesa da manutenção do preço do combustível, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que não defende práticas intervencionistas. (Foto: Alan Santos/PR)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, passou na tarde desta quarta-feira (27) por exames no Hospital Israelita Albert Einstein, na zona sul de São Paulo. O presidente chegou ao hospital por volta das 16h20min e permaneceu por um pouco mais de uma hora.

De acordo com o boletim médico, Bolsonaro passou por uma avaliação médica multiprofissional. “O presidente encontra-se em excelentes condições clínicas. Realizou teste ergoespirométrico para prescrição dos exercícios físicos e recebeu orientações em relação à dieta”, diz o texto de boletim médico divulgado no início da noite pelo hospital.

O teste ergoespirométrico é um procedimento que avalia o desempenho físico do paciente e mede a resposta de seus sistemas cardiovascular, muscular e pulmonar em situações de esforço. Em janeiro, o presidente se submeteu a uma cirurgia para retirada da bolsa de colostomia que usava desde setembro passado. Bolsonaro foi esfaqueado, durante a campanha eleitoral, em Juiz de Fora (MG).

Grafeno

Antes de ir ao hospital, o presidente esteve no Comando Militar do Sudeste, em São Paulo. Lá, o presidente informou ter se reunido com pesquisadores da Universidade Mackenzie e com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes. “Discutimos a colaboração do governo federal na pesquisa e no desenvolvimento de tecnologia baseada no grafeno”, disse o presidente no Twitter. O governador de São Paulo, João Doria, e o prefeito da capital, Bruno Covas, também participaram do evento.

Segundo a assessoria de imprensa do Mackenzie, durante essa reunião foi apresentado ao presidente o Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologias (MackGraphe) do Mackenzie.

O MackGraphe é o primeiro centro de pesquisas em grafeno da América Latina, inaugurado em 2016. O grafeno tem resistência 200 vezes superior à do aço, sendo praticamente transparente, impermeável e flexível e tem grande influência no campo da engenharia aplicada e da inovação tecnológica.

Por ser um excelente condutor de eletricidade e calor, o grafeno é apontado como o futuro da tecnologia mundial, com potencial de movimentar um mercado de US$ 1 trilhão em setores de defesa, eletroeletrônicos, semicondutores, produtos com plástico ou látex, televisões e smartphones, displays flexíveis e transparentes. Estudos revelam que ele poderá ser utilizado também na filtragem da água.

Deixe seu comentário: