Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Habeas corpus de Lula pode ser julgado hoje

Bolsonaro recebe Moro após vazamento de mensagens sobre a Lava Jato

Moro (E) largou a magistratura para assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública no governo Bolsonaro. (Foto: Marcos Corrêa/ Divulgação PR)

Após o vazamento de mensagens atribuídas ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e a membros da força-tarefa da Operação Lava Jato, o presidente Jair Bolsonaro recebeu Moro nesta terça-feira (11). O encontro aconteceu no Palácio da Alvorada e, após a conversa, o presidente seguiu para uma cerimônia no Clube dos Fuzileiros Navais.

Na segunda (10), o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, disse que Bolsonaro esperava o retorno do ministro a Brasília para conversarem sobre o vazamento das mensagens, e informou que o presidente não se pronunciaria sobre o caso antes disso. No entanto, Bolsonaro também não se pronunciou sobre o caso, depois do encontro com Moro.

Nota oficial

Apesar de o presidente não ter se pronunciado, o Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou uma nota oficial nesta terça. O texto afirma que, na conversa com Bolsonaro, Moro “rechaçou a divulgação de possíveis conversas privadas” e afirmou que a Polícia Federal está investigando o caso. Conforme a pasta, o presidente “entendeu as questões”.

Confira a nota na íntegra:

“O ministro da Justiça Sergio Moro esteve reunido na manhã de hoje com o presidente Jair Bolsonaro quando falaram sobe a invasão criminosa de celulares de juízes, procuradores e jornalistas. O ministro rechaçou a divulgação de possíveis conversas privadas obtidas por meio ilegal e explicou que a Polícia Federal está investigando a invasão criminosa. A conversa foi bastante tranquila. O ministro fez todas as ponderações ao presidente, que entendeu as questões que envolvem o caso.”

Deixe seu comentário: