Últimas Notícias > CAD1 > O presidente do Grêmio vai sugerir aos clubes que tiveram atletas convocados para a Seleção Brasileira o adiamento de rodadas do Brasileirão

Brasil promove espeto corrido na China. A promoção é da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes

Liderando o grupo, o ministro Blairo Maggi experimentou um churrasco tipicamente brasileiro em modelo inédito nas feiras internacionais: um verdadeiro espeto corrido. (Foto: divulgação)

A comitiva do Brasil que visita o Oriente esteve, nesta quinta-feira (17/05), no estande da carne brasileira no Sial Shanghai, na China. Liderando o grupo, o ministro Blairo Maggi experimentou um churrasco tipicamente brasileiro em modelo inédito nas feiras internacionais: um verdadeiro espeto corrido. A picanha brasileira atraiu, além de autoridades, centenas de visitantes ao estande Brazilian Beef, uma promoção da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec) .

Presente no Sial, o gerente do Programa Carne Angus, Fábio Medeiros, destacou que o mercado chinês é parceiro do Brasil no setor de carnes e que há um vasto potencial para cortes gourmet. “A Angus e seus parceiros estão aqui negociando a produção de carne brasileira que, onde vai, impressiona pela qualidade, suculência e sabor”. A grande expectativa dos executivos que estão no Sial, pontua Medeiros, é quanto à iminente missão chinesa que virá ao Brasil vistoriar plantas frigoríficas. “A expectativa de importadores é de inclusão de números expressivo de plantas na lista de unidades aptas a exportar para a China. Essa missão é um sinal visível do interesse da China em ampliar as aquisições de carne do Brasil”, indicou.

O Sial Shanghai tem mais de 3,4 mil expositores em uma área de 162 mil metros quadrados. A expectativa dos organizadores é receber 110 mil pessoas até esta sexta-feira (18/5), quando termina o evento.

Deixe seu comentário: