Home > Capa – Caderno 1 > Polícia Rodoviária Federal flagra caminhão com 35 toneladas de excesso de peso em São Leopoldo

Brasileira Thaísa Pedretti se despede do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis

Thaísa (foto) perdeu na terceira rodada do torneio. (Foto: Heusi Action/Divulgação)

Não deu para a última brasileira ainda viva na chave feminina dos 18 anos do 33º Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre. Na manhã desta quinta-feira (17), na principal quadra da Associação Leopoldina Juvenil, Thaísa Pedretti, cabeça de chave número 15, deixou a disputa nas oitavas de final ao perder para a norte-americana Natasha Subhash por 2 sets a 0, parciais de 1/6 e 4/6. Os jogos dos 18 anos, masculinos e femininos, continuam nesta sexta-feira (18). A entrada é gratuita.

“Não joguei tão bem, mas o mérito é para a minha adversária, que jogou melhor”, declarou Thaísa após a eliminação. “Mas é isso, vida que segue. Agora é me preparar para o próximo torneio”, completou.

De Porto Alegre, a tenista segue para mais uma etapa do circuito, na Argentina, tendo alguns dias a mais para trabalhar seu maior adversário fora de quadra: uma ruptura de três centímetros sofrida no abdômen da qual se recupera há um mês, mas que ainda atrapalha o saque e outros movimentos que exijam alongar a região lesionada.

Há 20 anos uma tenista brasileira não conquista o título do Campeonato Internacional Juvenil de Porto Alegre. Miriam D´Agostini foi tetracampeã de 1993 a 1996. Em 2012 e 2013, Bia Haddad Maia assegurou o bi vice-campeonato.

Favoritas

Entre as demais favoritas, nenhuma surpresa nas vitórias tranquilas das duas principais cabeças de chave da competição, a norte-americana Usue Arconada, a número 1, e a ucraniana Dayana Yastremska, a 2. Atual campeã, Arconada (EUA) passou pela peruana Dominique Schaefer, 14ª favorita, por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/1.

“Senti o calor, mas fiz um bom jogo e estou satisfeita em seguir na competição”, comentou. Sua próxima adversária será a húngara Panna Udvardy, 10ª na lista das favoritas.

Já a ucraniana Dayana Yastremska sofreu com muita irregularidade em seu saque, mas ainda assim não foi páreo para a romena Selma Cadar, fechando a partida em rápidos 6/1 e 6/2.

“Acho que meu problema no serviço foi ter treinado meu saque na quadra coberta, senti a diferença aqui na quadra aberta, com o sol e o calor”, admitiu a ucraniana, mas sem considerar isso um problema para as quartas de final: “Quando eu consigo colocar a bola exatamente onde eu quero, aí tudo dá certo. Estou bem confiante para fazer um jogo ainda melhor amanhã.” Sua adversária será a norte-americana Maria Mateas, cabeça número 5.

Resultados de quinta:

Usue Maitane Arconada (USA/1) d. Dominique Schaefer (PER/14) 6/3 6/1

Panna Udvardy (HUN/10) d. Caty McNally (USA) 6/3 6/4

Natasha Subhash (USA) d. Thaísa Pedretti (BRA/15) 6/1 6/4

Lara Escauriza (PAR/9) d. Anna Lena Neuwirth (AUT) 6/3 6/4

Ayumi Miyamoto (JPN/11) d. Emily Appleton (GBR) 6/3 7/6 (7)

Amanda Anisimova (USA/3) d. Mirjam Bjorklund (SWE) 7/5 7/6 (3)

Maria Mateas (USA/5) d. Melany Solange Krywoj (ARG/12) 7/5 6/2

Dayana Yastremska (UKR/2) d. Selma Stefania Cadar (ROU) 6/1 6/2

Confrontos nas quartas de final:

Usue Maitane Arconada (USA/1) x Panna Udvardy (HUN/10)

Natasha Subhash (USA) x Lara Escauriza (PAR/9)

Ayumi Miyamoto (JPN/11) x Amanda Anisimova (USA/3)

Maria Mateas (USA/5) x Dayana Yastremska (UKR/2)

Mais informações aqui.

Comentários

Notícias Relacionadas: