Home > CAD1 > Chico Pinheiro aplaude história de catador de lixo ao final do Jornal Nacional; assista

Brasileira Thaísa Pedretti se despede do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis

Thaísa (foto) perdeu na terceira rodada do torneio. (Foto: Heusi Action/Divulgação)

Não deu para a última brasileira ainda viva na chave feminina dos 18 anos do 33º Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre. Na manhã desta quinta-feira (17), na principal quadra da Associação Leopoldina Juvenil, Thaísa Pedretti, cabeça de chave número 15, deixou a disputa nas oitavas de final ao perder para a norte-americana Natasha Subhash por 2 sets a 0, parciais de 1/6 e 4/6. Os jogos dos 18 anos, masculinos e femininos, continuam nesta sexta-feira (18). A entrada é gratuita.

“Não joguei tão bem, mas o mérito é para a minha adversária, que jogou melhor”, declarou Thaísa após a eliminação. “Mas é isso, vida que segue. Agora é me preparar para o próximo torneio”, completou.

De Porto Alegre, a tenista segue para mais uma etapa do circuito, na Argentina, tendo alguns dias a mais para trabalhar seu maior adversário fora de quadra: uma ruptura de três centímetros sofrida no abdômen da qual se recupera há um mês, mas que ainda atrapalha o saque e outros movimentos que exijam alongar a região lesionada.

Há 20 anos uma tenista brasileira não conquista o título do Campeonato Internacional Juvenil de Porto Alegre. Miriam D´Agostini foi tetracampeã de 1993 a 1996. Em 2012 e 2013, Bia Haddad Maia assegurou o bi vice-campeonato.

Favoritas

Entre as demais favoritas, nenhuma surpresa nas vitórias tranquilas das duas principais cabeças de chave da competição, a norte-americana Usue Arconada, a número 1, e a ucraniana Dayana Yastremska, a 2. Atual campeã, Arconada (EUA) passou pela peruana Dominique Schaefer, 14ª favorita, por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/1.

“Senti o calor, mas fiz um bom jogo e estou satisfeita em seguir na competição”, comentou. Sua próxima adversária será a húngara Panna Udvardy, 10ª na lista das favoritas.

Já a ucraniana Dayana Yastremska sofreu com muita irregularidade em seu saque, mas ainda assim não foi páreo para a romena Selma Cadar, fechando a partida em rápidos 6/1 e 6/2.

“Acho que meu problema no serviço foi ter treinado meu saque na quadra coberta, senti a diferença aqui na quadra aberta, com o sol e o calor”, admitiu a ucraniana, mas sem considerar isso um problema para as quartas de final: “Quando eu consigo colocar a bola exatamente onde eu quero, aí tudo dá certo. Estou bem confiante para fazer um jogo ainda melhor amanhã.” Sua adversária será a norte-americana Maria Mateas, cabeça número 5.

Resultados de quinta:

Usue Maitane Arconada (USA/1) d. Dominique Schaefer (PER/14) 6/3 6/1

Panna Udvardy (HUN/10) d. Caty McNally (USA) 6/3 6/4

Natasha Subhash (USA) d. Thaísa Pedretti (BRA/15) 6/1 6/4

Lara Escauriza (PAR/9) d. Anna Lena Neuwirth (AUT) 6/3 6/4

Ayumi Miyamoto (JPN/11) d. Emily Appleton (GBR) 6/3 7/6 (7)

Amanda Anisimova (USA/3) d. Mirjam Bjorklund (SWE) 7/5 7/6 (3)

Maria Mateas (USA/5) d. Melany Solange Krywoj (ARG/12) 7/5 6/2

Dayana Yastremska (UKR/2) d. Selma Stefania Cadar (ROU) 6/1 6/2

Confrontos nas quartas de final:

Usue Maitane Arconada (USA/1) x Panna Udvardy (HUN/10)

Natasha Subhash (USA) x Lara Escauriza (PAR/9)

Ayumi Miyamoto (JPN/11) x Amanda Anisimova (USA/3)

Maria Mateas (USA/5) x Dayana Yastremska (UKR/2)

Mais informações aqui.

Comentários

Notícias Relacionadas: