Últimas Notícias > Notícias > Brasil > As propostas de reforma tributária que tramitam na Câmara e no Senado colocaram em campos opostos a indústria e os demais setores

Brasileiros fizeram mais de 700 mil pedidos de Acesso à Informação em sete anos da LAI

(Foto: Reprodução) Imagens)

Os balanços de pedidos da Lei de Acesso à Informação (LAI), foram divulgados pela Controladoria-Geral da União (CGU). Após os exatos sete anos de vigência da lei, foram registrados 745.337 pedidos de maio de 2012 a maio deste ano.

Cerca de 93,5% (696.659), foram respondidos no prazo legal. As solicitações restantes ainda estão no período que os órgãos e entidades têm para dar o retorno.

Das respostas enviadas, o acesso foi concedido em 555.872 (74,58%) e negado em 61.565 (8,26%) por conter dados pessoais ou sigilosos, demanda incompreensível ou genérica, e até envolver processo decisório em curso. Os restantes não foram atendidos por não tratar de matéria da competência legal do órgão, pela informação não existir ou por solicitações duplicadas.

O Ministério da Economia (ME) recebeu a maior quantidade de pedidos via LAI. Confira abaixo o ranking dos cinco órgãos mais demandados:

(Foto: Divulgação/CGU)

Os dados são do Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC), desenvolvido pela CGU. Os pedidos foram oriundos de mais de 90% dos municípios brasileiros. Os solicitantes estão localizados, principalmente, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Distrito Federal.

Deixe seu comentário: