Últimas Notícias > Notícias > Brasil > O Ministério Público Federal investiga o Facebook por descumprir a quebra de sigilo de um suspeito

Brechocão retorna ao Parque Farroupilha neste domingo

Até o final de novembro, o programa Me Adota? assegurou um novo lar para 122 animais que foram abandonados. (Foto: Direitos Animais/Facebook)

Centenas de novidades entre objetos de decoração, roupas, calçados, bijuterias e antiguidades foram selecionadas para a edição do Brechocão, neste domingo, 09, das 9h às 16h, no Parque Farroupilha. O evento ocorre em frente ao parquinho de diversões, na avenida Osvaldo Aranha, e reúne entidades e protetores de animais credenciados junto ao município.

Segundo a coordenadora de Direitos Animais da Smams (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade), Viviane Diogo, a preocupação dos expositores é assegurar boas vendas para o período de final de ano, quando se ampliam os casos de abandono de cães e gatos.

“A presença do público no evento é importante para a atividade voltada ao bem estar dos bichos, desenvolvida pelos protetores nas regiões aonde atuam. Além disso, todos se prepararam com boas dicas para presentes de Natal”, explica Viviane.

Os recursos obtidos com as vendas auxiliam nas despesas com ração, albergagem, veterinários, clínicas, castrações e outras decorrentes do resgate de animais em situação de vulnerabilidade.

Os participantes credenciados do Brechocão também aceitam doações para as futuras feiras. Desde artigos de brechó até ração e utensílios utilizados no trato com os animais, como potes, cobertas e medicamentos.

Adoção

A Usav (Unidade de Saúde Animal Victória), da prefeitura de Porto Alegre, alberga animais vítimas de maus tratos, alguns abandonados pelos próprios tutores que os deixaram para tratamento.

O município mantém, por intermédio da Seda (Secretaria Especial dos Direitos Animais)  o programa de incentivo à adoção “Me Adota?” para estimular acolhida da população dos animais albergados. Mas antes de serem liberados, eles são vacinados, desverminados, castrados e microchipados. A Smams ainda assegura atendimento gratuito vitalício.

Aqueles mais idosos, ou com deficiências físicas, além das consultas clínicas e vacinas anuais, terão direito à cirurgia, caso necessário.

Até o final de novembro deste ano, as atividades do programa “Me Adota?” asseguraram um novo lar para 122 animais, sendo 86 cães (62 adultos e 24 filhotes) e 36 gatos (12 adultos e 24 filhotes).

A responsável pelo programa, a médica veterinária Denise Garcia, explica que esses números são possíveis em função do trabalho de conscientização que incentiva a guarda responsável de animais domésticos.

“Com esses cuidados, evitamos a devolução de animais, ou pior, que voltem a ser abandonados às ruas. A maioria deles sofreu o trauma de maus tratos e nossa preocupação é que conquistem um tutor definitivo”, afirma Denise.

Um animal de estimação pode viver de 10 a 15 anos e, portanto, as pessoas precisam estar preparadas para receber um novo integrante na família.

Quem quiser adotar pode dirigir-se  à Usav, na Estrada Bérico José Bernardes, 3489, das 9h às 12h e das 13h30min às 17h, de segunda a sexta-feira. O futuro tutor deve apresentar documento de identidade e comprovante de endereço.

A Smams disponibiliza um álbum com fotos e dados dos animais disponíveis na página dos Direitos Animais no Facebook.

Deixe seu comentário: