Home > Notícias > Brasil > Bombeiros resgatam cadelinha que ficou presa entre as paredes de duas casas; ela passa bem

Bruno vai ser apresentado pelo Boa Esporte nesta terça-feira em Varginha

Goleiro Bruno com camisa do Boa Esporte; contratação gerou revolta feminina. (Foto: Divulgação)

Após o goleiro Bruno chegar a um acordo e fechar com o Boa Esporte para a disputa do Campeonato Mineiro e da Série B, o clube confirmou que o jogador deve ser apresentado oficialmente nesta terça-feira (14). O contrato entre as partes deve ser assinado somente nesta segunda-feira, quando o jogador chegar a Varginha (MG).

Ainda segundo o clube, Bruno deve realizar exames cardiológicos em uma clínica local e depois testes físicos no IF Sul de Minas, em Muzambinho (MG), ainda na segunda-feira. Segundo a diretoria do Boa Esporte, o objetivo é que ele já inicie os treinamentos com o restante da equipe e volte a jogar entre 45 e 60 dias.

O advogado do goleiro disse que ele recebeu propostas de várias equipes do país, mas que optou pelo clube de Varginha por lealdade. Apesar do anúncio, o presidente do Montes Claros, Ville Mocelin, com quem Bruno assinou um contrato até 2019 enquanto estava na prisão, disse que o jogador ainda tem contrato com o clube e que ainda não foi procurado para resolver a situação.

Segundo Mocelin, a multa rescisória de Bruno com o Montes Claros seria de US$ 2,86 milhões. Para os jornalistas, nesta sexta-feira, o advogado de Bruno, Lúcio Adolfo, disse que a situação com o Montes Claros já está resolvida.

Repercussão

O anúncio da contratação do goleiro Bruno Fernandes pelo Boa Esporte, na última sexta-feira, mudou a rotina dos moradores de Varginha (MG), no Sul de Minas Gerais. Na saída do restaurante onde almoçou com a noiva, Bruno foi assediado e posou para fotos com fãs. Enquanto o atleta se reunia com a diretoria em um hotel, moradores se aglomeraram em frente ao local para conseguir ver o goleiro, mas se dividiram em relação à contratação.

No entanto, nas redes sociais, a reação foi outra. Uma petição foi criada contra a contratação do jogador pelo Boa Esporte. E nas páginas oficiais do clube em redes sociais, os usuários comentaram em peso as últimas publicações – a maioria em tom crítico.

Usuários protestam na página oficial do Boa Esporte (Foto: Reprodução Facebook)
Usuários protestam na página oficial do Boa Esporte (Foto: Reprodução Facebook)

Condenação e saída após 6 anos da prisão

Em 2013, Bruno foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio, sua ex-namorada, e também pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. No dia 24 de fevereiro deste ano, Bruno deixou a APAC de Santa Luzia (MG) por decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Superior Tribunal Federal.

No dia em que o goleiro foi solto, o Boa Esporte negou que tinha interesse na contratação do jogador. Segundo informações divulgadas pelo Jornal Hoje em Dia, o advogado do jogador, Lúcio Adolfo, teria sido informado por um intermediário que o clube estaria interessado no jogador.

Em fevereiro de 2013, a diretoria do Boa Esporte divulgou uma carta informando o interesse do clube em contratar o goleiro. Na época, o documento deixava claro a intenção do clube de esperar pelo jogador, que seria julgado naquele ano. (AG)

Comentários

Notícias Relacionadas: