Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Equipes de resgate localizaram os destroços de avião que caiu com 65 passageiros no Irã

Campeã do carnaval do Rio de Janeiro será conhecida nesta quarta

Portela foi campeã do carnaval de 2017 ao lado da Mocidade Independente de Padre Miguel. (Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira de cinzas (14) que o Rio de Janeiro irá conhecer a campeã do Grupo Especial de escolas de samba.  O critério de desempate das escolas só será conhecido nesta quarta, a partir das 15h30min. Ao todo, são 13 as agremiações que disputaram na Avenida da Marquês de Sapucaí o título de campeã do carnaval 2018.

Estandarte de ouro

A Acadêmicos do Salgueiro, que teve a estreia do carnavalesco Alex de Souza, ganhou o Estandarte de Ouro do Jornal O Globo de melhor escola do Grupo Especial. A vermelho e brando levou para a avenida um enredo que fez tributo às mulheres negras e buscou inspiração em um desfile que homenageou Xica da Silva, há 55 anos.

Os músicos da bateria do Salgueiro se vestiram de faraós negros, com os rostos pintados de tinta preta. À frente estava a rainha Viviane Araújo como Hatshepsut, uma rainha-faraó do antigo Egito. Os 3.600 componentes das 34 alas representaram guerreiras, revolucionárias, mucamas, mães, artistas e escritoras negras, como Auta de Souza, Carolina de Jesus e Maria Firmina. O sexto e último carro apresentou uma versão negra da Pietá de Michelangelo, em uma crítica às mães brasileiras que perderam seus filhos com a violência urbana.

A escola não é campeã do grupo especial desde 2009. Naquele ano, a escola conquistou o campeonato com o enredo “Tambor”, sob o comando do carnavalesco Renato Lage. O desfile mostrou a importância do instrumento na história da humanidade.

Deixe seu comentário: