Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > O FBI apreendeu uma gravação em que Donald Trump discute o pagamento a uma ex-modelo da Playboy

Campeões da raça Angus são conhecidos na Expo Londrina

Grande Campeã Angus Expolondrina. Crédito: Devanir Parra
O final de tarde de sexta-feira (13) foi de reconhecimento ao melhor da genética Angus. Depois de um dia inteiro de julgamento, o jurado argentino Lucas Lagrange anunciou o nome do Grande Campeão da Expo Londrina: Angus Guarita 275TE Black Label, box 51, touro jovem da Fazendas Reunidas Pansul, Fazenda São Marco, de Itapeva (SP). Do mesmo criatório veio a Grande Campeã da exposição, a vaca jovem com cria ao pé PWM Type TEICB2009 Hitter 02816, box 30. Os animais vencedores pertencem a Rodolfo Bonfiglioli, que há apenas três anos iniciou a formação de seu plantel atualmente com 100 fêmeas com trabalho focado na TE. “Estou muito honrado pela conquista dos grandes campeonatos, prova de que acertamos na escolha e é mais um incentivo para continuarmos investindo no Angus”, afirmou o criador que ainda neste mês vai estar com 10 animais na pista ranqueada de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul.
Grande Campeão Angus Expolondrina. Crédito: Devanir Parra
Entre os machos, completaram o pódio como Reservado Grande Campeão PWM Temp TEICB2005 Candelero, box 50, de Paulo de Castro Marques, da Casa Branca Agropastoril, de Silvianópolis (MG); e o Terceiro Melhor Macho foi Espinilho GMG Candelero TE322, box 39, de Roberto Soares Beck, da Estância do Espinilho, de Cruz Alta (RS). Nas fêmeas, os títulos de Reservada Grande Campeã e Terceira Melhor Fêmea foram para a Fazendas Reunidas Pansul, Fazenda São Marco, de Itapeva (SP), com PWM Sinaloa TEICB1804 Candelero, box 36, e Angus Guarita 272TEI Afrodite, box 31, respectivamente.
No total, 53 animais machos e fêmeas participaram do julgamento da 58º edição da Expo Londrina, considerada a primeira vitrine do ano que evidencia a força e a genética da raça Angus no Brasil. O páreo foi bastante disputado, segundo afirmou o jurado argentino. “Todos os animais em pista carregam o melhor da genética e representam muito bem raça”, destacou Lagrange, confirmando a excelência do trabalho que vem sendo desenvolvido no Brasil.
Para o presidente da Associação Brasileira de Angus, José Roberto Pires Weber, a qualidade dos animais vem crescendo ano a ano, mesmo sem um aumento expressivo no número de exemplares participantes da mostra. “A cada exposição o Angus ganha mais expressividade em pista e isso resulta em maior interesse do criador”, afirma.
O julgamento contou com o acompanhamento dos inspetores técnicos da associação, Antônio Chaves e Vinícius Aquino Faria.

Deixe seu comentário: