Últimas Notícias > CAD1 > Inter encaminha compra do meia José Aldo

Cápsula espacial volta da Estação Internacional para a Terra

Cápsula Dragon CRS-17 próxima da ISS. (Foto: Reprodução)

Durante a semana, a cápsula de carga Dragon, da SpaceX, se soltou com sucesso da Estação Espacial Internacional (ISS) e voltou para a Terra, ficamos sabendo que a mancha de Júpiter está diminuindo e pode sumir e a Nasa liberou mais um vídeo sobre a missão que vai levar pessoas de volta para a Lua em 2024.

Cápsula da SpaceX retorna para a Terra

Após mais ou menos um mês de acoplamento na ISS, a cápsula da missão CRS-17, também conhecida como Dragon de carga, partiu da estação espacial e retornou para a terra no dia 2. Ela caiu com sucesso no oceano Pacífico às 18h55min (horário de Brasília) e foi recuperada pela SpaceX. Em sua viagem de ida, a Dragon estava carregando cerca de 2,5 toneladas de equipamentos e suprimentos para os astronautas que habitam a ISS.

A mancha de Júpiter está diminuindo

Sabe aquela bela mancha que torna a imagem de Júpiter ainda mais clássica? Ela foi avistada pela primeira vez ainda em 1665 e trata-se de uma tempestade anticiclônica que tem o tamanho de cerca de três planetas Terra. Acontece que ela pode estar diminuindo e a tempestade, finalmente, passando. Na realidade, existe uma dúvida entre os cientistas sobre o que pode acontecer com a Grande Mancha, mas se ela se manter continuamente diminuindo no ritmo que está, pode desaparecer em 70 anos. Será?

A China fez um lançamento de foguete

Apesar de todo o imenso espaço em terra que possui, a China testou – com sucesso – um lançamento de foguete a partir de uma plataforma marítima no último dia 5 de junho. O Long March 11 partiu de mar Amarelo de um ponto mais próximo à linha do Equador, o que diminui os gastos com combustível (que tá caro, né?). O foguete levou para a órbita duas pequenas estações espaciais e, mais importante, serviu como teste para a ousada missão chinesa de levar um rover para Marte em 2020, algo inédito para o país.

Nasa vai cobrar diária de US$ 35 mil 

Interessado em dar aquele rolê no espaço? Pois a NASA contou que vai abrir a ISS para visitas turísticas. As viagens seriam feitas pela SpaceX ou pela Boeing e a passagem vai custar, ida e volta (claro), 58 milhões de dólares (cerca de 225 milhões de reais). O pernoite na estação também é salgado: 35 mil dólares (524 mil reais) – incluindo o rango e uma caminha desconfortável. Vão ser permitidas duas viagens anuais com 12 turistas cada. Bora lá?

Nasa libera novo vídeo sobre missão de 2024 para a Lua

Usando o slogan “We Go Together” (“Nós vamos juntos”) – será que topariam me levar? –, a Nasa divulgou um novo vídeo para promover a missão Artemis, que vai levar seres humanos de volta para a Lua. Um dos planos até lá é lançar um posto de observação, manutenção, suporte e comunicação perto do nosso satélite natural chamado Gateway, com tecnologias similares às da Estação Espacial Internacional.

Deixe seu comentário: