Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > O Facebook lançou um aplicativo para entrega de comida

Chance zero de verba pública para o carnaval

(Foto: Joel Vargas / PMPA)

O prefeito Marchezan Júnior (PSDB) tirou ontem qualquer esperança daqueles que esperavam por um recuo em relação aos recursos para o carnaval da capital gaúcha. Marchezan foi enfático, ao garantir que não vai liberar um centavo dos R$ 7 milhões previstos no orçamento deste ano.

No máximo, autorizou ao seu secretário da Cultura, Luciano Alabarse, que mantenha contatos com empresas dispostas a trocar o investimento no carnaval por incentivos fiscais previstos em lei. O que continuaria sendo recurso público, na medida em que o incentivo fiscal nada mais é que a opção de pagar o imposto, ou destinar este valor para o projeto cultural do carnaval.

A disputa ao Senado

O ex-prefeito de Porto Alegre José Fortunati terá um páreo duro se mantiver a disposição de disputar uma cadeira ao Senado em 2018. Estarão em disputa as vagas da senadora Ana Amélia, e do senador Paulo Paim. Como a senadora parece irredutível em manter-se como candidata à reeleição, recusando o convite do seu partido para disputar o governo do Estado, Fortunati disputará a eleição contra Ana Amélia e Paulo Paim.

Impeachment

Um dos mais próximos interlocutores do governador Sartori admitiu ontem ao colunista: há sim o temor de que, mantida a eleição do deputado Adão Pretto para a presidência da Assembleia, 2018 será o ano em que o impeachment se tornará o assunto dominante nos noticiários. O grupo que defende o rompimento do acordo acena com a possibilidade de apresentar uma candidatura alternativa ao nome do Partido dos Trabalhadores, e deixar que a disputa ocorra no plenário.

A vez do Ministério da Segurança?

Embora seja considerada prioridade em todas as campanhas eleitorais recentes, a segurança pública até hoje não dispõe de um ministério específico com recursos para o setor. Os recentes massacres em presídios de Manaus e Boa Vista, estimularam o presidente Michel Temer e o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, a se reunirem na manhã desta quarta-feira, com deputados da chamada Bancada da Bala, que vão pedir a criação do Ministério da Segurança Pública e apresentar propostas para melhorar o sistema penitenciário nacional. A audiência está marcada para as 11h30min, no Palácio do Planalto.

Deixe seu comentário: