Últimas Notícias > Notícias > Brasil > O ministro Bebianno foi atacado nas redes sociais e em grupos de WhatsApp pró-Bolsonaro