Últimas Notícias > Notícias > Brasil > O que muda em Porto Alegre com o feriado de Corpus Christi?

Chuva de granizo na região serrana causou prejuízos e danos de mais de R$6 milhões

(Foto: Emater)

Uma pesquisa realizada pela Emater/RS-Ascar levantou os danos causados pela chuva de granizo que aconteceu na tarde de sábado (13) nas cidades Bento Gonçalves, Farroupilha, Garibaldi e Caxias do Sul. Pelo menos 70% da produção de caqui a ser colhido, foi prejudicada, já que a chuva danificou cerca de 225 hectares da planta. Segundo cálculo, as perdas chegam a mais de 2 mil toneladas. As chuvas ainda atingiram hectares com plantações de kiwi e maçã, danificando 65 toneladas de kiwi e 625 de maçã respectivamente. Houve danos ainda à plasticultura, ou seja, nenhuma estrutura de utilizada para a proteção das intempéries em frutíferas e olerícolas resistiu a chuva de pedras. Os prejuízos são de quase R$6 milhões, em regiões sem seguro contra fenômenos naturais.
As pedras de gelo também destruíram algumas estruturas de cobertura plástica das frutíferas e olerícolas, que serviam como proteção para os alimentos. Segundo o engenheiro agrônomo Enio Ângelo Todeschini, as perdas somente não foram maiores porque grande parte das espécies cultivadas na região ainda não estão em período de plantio ou colheita, como o caso da cebola e do alho. Os estragos, de acordo com Enio, vão além da questão econômica: os danos causados às culturas frutíferas causam lesões nos ramos, o que predispõe a incidência de doenças e perda de gemas para as safras futuras.

Deixe seu comentário: