Últimas Notícias > Esporte > O Brasil reencontra o Paraguai nas quartas de final da Copa América. O jogo será em Porto Alegre, na Arena do Grêmio, nesta quinta

Após fortes chuvas, energia é totalmente restabelecida na capital

(Foto: Reprodução/ @EPTC_POA)

A chuva que atingiu a capital nesta sexta-feira (3), causou alagamentos e falta de energia elétrica. Diversos bairros da capital tiveram o retorno da energia ainda no início da noite, mas em uma região mais crítica, incluindo os bairros Menino Deus, Praia de Belas, Centro, Cidade Baixa e Bom Fim, a luz foi restabelecida apenas na madrugada deste sábado. Ainda não há um balanço oficial de quantas pessoas ficaram sem o serviço.

No bairro Higienópolis, uma situação peculiar, pois, a energia foi cortada, de acordo com a CEEE, após a queda de um muro e a suspeita de vazamento de gás, na rua Honório Silveira Dias. Por volta das 21 horas os trabalhos da Companhia foram concluídos no local, e a energia retornou na região.

O trânsito ficou bastante complicado durante a noite desta sexta, com pontos de alagamento e semáforos sem operar. Houve, ainda, um atropelamento na frente do Hospital Conceição, na avenida Francisco Trein. A vítima foi atendida e teve apenas escoriações leves. Ainda há duas sinaleiras sem funcionamento: no cruzamento da Assis Brasil com a FIERGS e na Avenida Goethe com a Mostardeiro.

O telefone da Defesa Civil, 199, não está funcionando, por problemas com o pagamento. Enquanto isso, a população que precisar do apoio do órgão deve ligar para o 153, da Guarda Municipal.

Confira as imagens da situação da capital nesta sexta de chuvas intensas.

 

E VEM MAIS POR AÍ:

Segundo o Boletim Meteorológico Semanal da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, até o domingo (5), a propagação de uma área de baixa pressão e de uma frente fria provocará chuva, com possibilidade de temporais isolado e altos volumes acumulados em algumas regiões, principalmente no Extremo Sul, Campanha, Missões e Fronteira Oeste. Na segunda-feira (6), a nebulosidade vai diminuir na maioria das regiões, mas ainda ocorrerão pancadas de chuva nas faixas Norte e Nordeste. Entre a terça (7) e quarta-feira (8), o deslocamento de uma nova área de baixa pressão entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina manterá a nebulosidade e provocará chuva, com risco de temporais, principalmente na Metade Norte e no Leste do Estado.

Os valores previstos deverão ser superiores a 40 mm em todas as regiões. No Planalto e na Serra do Nordeste, os volumes esperados oscilarão entre 65 e 80 mm. No Extremo Sul, Campanha e nas Missões, os totais deverão exceder 100 mm.