Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Homem é assassinado a tiros em Cachoeirinha

Cinco desvantagens e motivos para você evitar o WhatsApp

Entre as desvantagens do aplicativo, há a busca lenta nas conversas e a incompatibilidade de backup entre plataformas. (Foto: Reprodução)

O WhatsApp é o aplicativo mais popular do mundo, com cerca de 200 milhões de usuários mensais, nos celulares Android e iPhone (iOS). A praticidade do mensageiro serve para tratar assuntos pessoais e profissionais, mas vale lembrar que a experiência de algumas pessoas pode não sair como o esperado. O serviço conta com características que podem decepcionar, como a incapacidade de acesso do app em múltiplos dispositivos independentes, a busca lenta e sem filtros e a falta de compatibilidade entre plataformas do sistema de backup.

Conheça abaixo cinco motivos para você evitar o WhatsApp e procurar outro mensageiro alternativo.

1. A identificação via número de telefone pode ser problemática

O fato do principal mecanismo de identificação do aplicativo ser feito por meio de número telefônico pode trazer desvantagens. Uma delas está relacionada à troca de número pelo usuário, pois os contatos não são notificados da mudança, a menos que um recurso seja ativado nas configurações do aparelho. Caso isto não ocorra, as pessoas podem continuar enviando mensagens para o número antigo que, na melhor das hipóteses, não chegarão a lugar algum. A menos que a linha seja transferida para um terceiro, que receberá os recados.

Além disso, com o tempo, a lista de contatos do WhatsApp pode se tornar confusa, com registros duplicados ou desatualizados. Outra questão sensível é a proteção do número de telefone. Em algumas situações, o usuário pode preferir não compartilhar a sequência telefônica pessoal (um nome de usuário poderia ser mais apropriado), entretanto, no caso dos grupos, esse dado pode ser exposto para centenas de desconhecidos.

2. O sistema de backup pode ser ruim

Usuários assíduos do mensageiro costumam ter um grande volume de informações úteis no histórico da ferramenta e, por isso, podem desejar a preservação de mensagens, fotos, vídeos e outros arquivos. No entanto, o oposto pode ocorrer se houver a migração do iPhone para o sistema Android ou vice-versa. Isso porque o app usa o iCloud para fazer backup no celular da Apple e o Google Drive, no sistema do Google. Não há como exportar dados entre as plataformas, de acordo com as informações dispostas no FAQ oficial do WhatsApp. Na verdade, há soluções alternativas, improvisadas, mas os métodos podem ser complicados e oferecer riscos.

3. Não é possível usar o app em vários dispositivos

A integração de um mesmo serviço entre várias plataformas – como PC, celular e tablet – é comum atualmente. Porém, o WhatsApp não oferece essa opção de maneira prática. Para o computador com sistema Windows e macOS, há a versão WhatsApp Web, mas ela tem algumas limitações. O uso depende completamente do celular, que funciona como um tipo de controle remoto que opera o aplicativo. Durante o uso no desktop, a bateria do telefone é gasta e, se os dados móveis estiverem ativados, eles são usados. Caso o dispositivo esteja desligado ou em Modo Avião, o usuário fica impedido de acessar a plataforma virtual no navegador Chrome, Firefox ou Safari, por exemplo.

4. O gerenciamento de grupos pode ser pouco prático

Os grupos de WhatsApp são uma forma de interação comum no dia a dia dos usuários. A reunião de pessoas no mensageiro pode ser aplicada por inúmeros motivos, que envolvem relações pessoais e profissionais dos donos dos perfis. No entanto, ao comparar esse tipo de recurso com o dos concorrentes, o WhatsApp perde a disputa. A razão está na forma de funcionamento, bem como em questões sensíveis que dizem respeito à privacidade do usuário.

Os grupos no app têm o tamanho limitado a 256 integrantes por vez, bem diferente do rival Telegram, por exemplo, com suporte de até 200 mil participantes. Além disso, qualquer pessoa com seu contato pode te adicionar a um deles, sem permissão, e deixar seu número de telefone visível para todos os outros membros. Caso você acione a notificação para a troca de número, essas pessoas também serão avisadas. Por outro lado, há dois pontos válidos: não há como descobrir e participar de novos grupos a partir do próprio aplicativo e é impossível fechar um grupo até que todos saiam ou sejam removidos.

5. A busca de mensagens deixa a desejar

O sistema de busca do WhatsApp pode não funcionar como o esperado pelos usuários. A função tem o objetivo de otimizar o tempo ao indicar o momento específico em que determinado conteúdo foi enviado. Isso serve, sobretudo, para aqueles que têm um vasto acervo de dados no software. Porém, a ferramenta de pesquisa, tanto na base de dados geral quanto em uma determinada conversa, costuma ser básica e lenta.

Mesmo em smartphones mais sofisticados, o aplicativo pode demorar para carregar uma pesquisa ou até mesmo apresentar um erro e parar de funcionar. Além disso, não há filtros de busca e se o usuário quiser, por exemplo, achar uma mensagem enviada em um certo período de tempo, visualizar só resultados com mídias ou buscar apenas entre itens recebidos fica impedido pelo app.