Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Comissão da Câmara aprova cláusula de barreira para partidos e fim das coligações

Com dois gols de Pedro Rocha, o Grêmio venceu de virada o Godoy Cruz e avançou às quartas-de-final da Libertadores

Atacante chegou à vice-artilharia tricolor na competição, com quatro gols. (Foto: Lucas Uebel / Grêmio)

Diante de quase 39 mil torcedores que foram à Arena na noite dessa quarta-feira, o Grêmio venceu de virada o Godoy Cruz (Argentina) por 2 a 1, na partida de volta das oitavas-de-final da Copa Libertadores da América. O resultado, garantido com dois gols de Pedro Rocha (vice-artilheiro da equipe na competição), assegurou a vaga do Tricolor gaúcho na próxima fase.

As quartas-de-final estão marcadas para os dias 12 ou 14 de setembro (ida) e 19 ou 21 de setembro (volta). O adversário gremista será o Botafogo-RJ ou o Nacional (Uruguai), que jogam às 19h15min desta quinta-feira no estádio Engenhão, no Rio de Janeiro.

O jogo

A saída de jogo foi do Grêmio, que trabalhou a bola no ataque com Luan (nessa que pode ter sido a sua última partida com a camisa tricolor, pois está sendo negociado com o futebol europeu). O camisa 7 foi derrubado com falta e, na sequência, o Tricolor gaúcho chegou com Michel, que arrematou de longe, à direita da meta argentina.

Em resposta, o Godoy Cruz avançou com Garro, que dominou, invadiu a área e mandou de esquerda ao gol, para defesa de Marcelo Grohe. Os visitantes voltaram à carga em cobrança de falta da intermediária. Gastón colocou na área, em curva, e Michel afastou de cabeça. No escanteio, a bola foi alçada na marca penal, Michel desviou de cabeça pra trás. Marcelo Grohe, no reflexo espalmou e Bruno Cortez cortou o perigo.

Aos 13 minutos, o susto para a o time de Renato Portaluppi: Javier Correa recebeu a bola na intermediária e chutou a gol, encobrindo Marcelo Grohe, que ainda tocou na bola, mas não impediu a conclusão – para alguns cronistas, uma possível falha do arqueiro. No placarar, 1 a 0 para o Godoy Cruz.

Em seguida, o Grêmio quase empatou com Luan, que recebeu na meia-lua da grande área, cortou pra perna direita e chutou, mas seus planos esbarraram no desvio do goleiro Burián. A bola explodiu na trave e saiu pra escanteio. Aos 26 minutos, Pedro Rocha chegou à pequena área e foi barrado por Olivares, caindo no chão. O juiz nada assinalou, sob protestos da torcida.

O empate chegaria dois minutos depois, em uma jogada trabalhada: Luan cruzou da direita e Burián defendeu mas deixou a bola escapar. Lucas Barrios recuperou para o Grêmio e cruzou para a área, onde Pedro Rocha chutou forte e rasteiro para o fundo da rede.

Com a mesma formação gremista no segundo tempo e um adversário disposto a retomar o placar favorável, a partida recomeçou com movimentação. Angileri fez boa jogada individual, passou pela marcação e no bico da grande área chutou a gol, mas pegou mal e mandou para fora, para alívio da torcida da casa.

A virada chegaria aos 14 minutos, em uma jogada de contra-ataque. Pedro Geromel carregou a bola até o meio do campo e serviu Luan. O camisa 7 recebeu, driblou marcadores e acionou Lucas Barrios, que chutou cruzado. A bola bateu na trave e, no rebote, Pedro Rocha mandou para o fundo das redes, marcando o seu segundo gol na partida e o seu quarto na Libertadores.

Aos 39 minutos, o último suspiro dos argentinos, com um chute cruzado da esquerda por Verdugo, mas Marcelo Grohe conseguiu a defesa. Aos 45 minutos, uma inesperada baixa gremista: o volante Michel recebeu o seu segundo cartão amarelo na partida e acabou expulso. Ele havia dado o carrinho em um atleta adversário.

O apito final soou aos 48 minutos. Nas arquibancadas, aos gritos de “Luan, Luan”, a torcida pedia a permanência do camisa 7, que pode partir ainda nesta semana para a Europa. Um de seus destinos mais prováveis é o Spartak de Moscou (Rússia).

Escalações

O Grêmio do técnico Renato Portaluppi colocou em campo Marcelo Grohe, Léo Moura, Pedro Geromel, Walter Kannemann, Bruno Cortez, Michel, Maicon (Arthur), Ramiro (Fernandinho), Luan, Pedro Rocha (Marcelo Oliveira) e Lucas Barrios.

Já o Godoy Cruz, sob o comando de Marcelo Larriera (em sua segunda parida no clube), escalou Burían, Abecacis, Galeano, Olivares, Angileri, Henríquez (Facundo Silva), Juan Garro (González), Gastón Gímenez, Felipe Rodríguez (Verdugo), Correa e Morro García.

Deixe seu comentário:

Notícias Relacionadas: