Home > CAD1 > Explosão deixa mortos e feridos em arena durante show de Ariana Grande

Com time repleto de reservas, o Grêmio empatou com o Guaraní do Paraguai pela Copa Libertadores

Gol de empate foi marcado por Pedro Rocha, aos 34 minutos do segundo tempo. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Na noite dessa quinta-feira, o Grêmio entrou em campo no estádio Defensores del Chaco, em Assunción, para enfrentar o Guaraní do Paraguai, em seu terceiro jogo pela Copa Libertadores da América 2017. O técnico Renato Portaluppi optou por uma equipe alternativa que mostrou empenho e garra mas ficou no empate em 1 a 1. Dentre os titulares em campo, apenas o goleiro Marcelo Grohe e o lateral-direito Edílson, além do atacante Pedro Rocha, que entrou no segundo tempo.

O Tricolor começou melhor o primeiro tempo, conseguindo dominar a partida e criar oportunidades de gol. Lincoln, Lucas Barrios e Fernandinho tiveram nos pés a chance de abrir o marcador, sem sucesso. A partir dos 30 minutos, os paraguaios conseguiram se impor, equilibrando o confronto e chegando a ter um gol anulado por impedimento.

No segundo tempo, os gremistas voltaram demonstrando superioridade, mas foram os donos da casa que abriram o placar, aos 27 minutos, com um cabeceio de López para o fundo do gol, aos 27 minutos. Michel foi punido com dois cartões amarelos e acabou expulso. Pedro Rocha, Everton e Kaio assumiram as posições de Lincoln, Barrios e Fernandinho, respectivamente. Com dez em campo, o Tricolor não desistiu de pressionar os paraguaios: o empate saiu dos pés de Pedro Rocha, aos 34 minutos, emendando de primeira um passe de Arthur.

Com o resultado, o Grêmio se manteve invicto nesta edição da competição continental e chegou a sete pontos, empatado com o próprio Guarani mas na liderança do grupo 8 , devido ao maior saldo.

Escalação

O Grêmio do técnico Renato Portaluppi jogou com Marcelo Grohe, Edílson, Rafael Thyere, Bressan, Bruno Cortez, Jaílson, Michel, Fernandinho (Kaio), Arthur, Lincoln (Pedro Rocha) e Lucas Barrios (Everton).

Já o Guaraní, sob o comando de Daniel Garnero, escalou Alfredo Aguilar; Carlos Rolón, Nery Bareiro, Luis Cabral, Marcelo Baez, Luis De la Cruz (Bogarín), Marcelo Palau, Juan Aguilar, Hernán Novick (Rodrigo López), Epifanio García e Néstor Camacho (Marin).

Gauchão

O Tricolor embarca de volta para Porto Alegre na madrugada desta sexta-feira e já se reapresentará às 15h30min no centro de treinamentos Presidente Luiz Carvalho, da Arena. Em foco, a preparação para o seu segundo jogo contra o Novo Hamburgo pelas semifinais do Campeonato Gaúcho.

A partida está marcada  para as 19h deste domingo, no estádio do Vale. Devido ao empate no primeiro duelo, que define vaga para a final do do certame regional (contra Inter ou Caxias), o Tricolor precisa de uma vitória por qualquer placar ou um empate a partir de 2 a 2. Em caso de novo placar d 1 a 1, a decisão será nos pênaltis.

Comentários