Últimas Notícias > Capa – Destaques > Adolescente confessa morte de menina encontrada perto de açude em São Gabriel

Comunidade indígena pede proteção contra assaltos e vandalismo

(Foto: Reprodução)

Os índios das aldeias Mbya Guarani e Tekoa Yvy’Ã Poty, que residem no interior de Camaquã, utilizaram as redes sociais para fazer um apelo à população e órgãos governamentais, solicitando mais segurança. De acordo com a publicação, eles sofrem constantes assaltos, principalmente durante a madrugada.
Os moradores da aldeia reclamam da fragilidade à que são expostos e pedem, na publicação, que haja uma vigília durante a noite. O local fica às margens da estrada do Bonito. Eles ameaçaram trancar a estrada do Bonito, uma das principais vias do interior de Camaquã, e afirmam que “os guerreiros estão de prontidão esperando com arco e flecha” os “não indígena que estão entrando sem permissão”.

Deixe seu comentário: